Cotidiano

Sucateiro perde tudo após incêndio em favela no Mario Covas

O sucateiro Antônio Francisco Leite, 62 anos, perdeu todos os pertences e o barraco que vivia em uma área de comodato, no bairro Mario Covas, em Campo Grande. Por sorte, ele não estava no local quando as chamas começaram e consumiram rapidamente o barraco no início da tarde desta terça-feira (27). O homem contou a […]

Dayene Paz Publicado em 27/08/2019, às 14h17 - Atualizado em 28/08/2019, às 08h37

Sucateiro perdeu tudo (Foto: Henrique Arakaki)
Sucateiro perdeu tudo (Foto: Henrique Arakaki) - Sucateiro perdeu tudo (Foto: Henrique Arakaki)

O sucateiro Antônio Francisco Leite, 62 anos, perdeu todos os pertences e o barraco que vivia em uma área de comodato, no bairro Mario Covas, em Campo Grande. Por sorte, ele não estava no local quando as chamas começaram e consumiram rapidamente o barraco no início da tarde desta terça-feira (27).

O homem contou a reportagem do Jornal Midiamax que, como de costume, saiu para buscar comida e quando retornou, o fogo já tinha começado. Vizinhos ficaram desesperados acreditando que o sucateiro estava dentro do barraco. “Ainda bem que ele não estava porque foi tudo muito rápido”, descreveu uma moradora da região.

O Corpo de Bombeiros conteve o fogo e informou que pode ter iniciado após um curto circuito. A moradora de um dos barracos teria ficado nervosa com o incêndio, passou mal e foi socorrida pelos militares.

Antônio vive do trabalho de sucateiro e aguarda benefício do governo, já que é cego de um dos olhos. “Vou ficar por aqui por enquanto, mas ainda não sei o que fazer”, lamentou o trabalhador.

A região tem postes de energia, no entanto, não possui padrão. Técnicos da Energisa foram acionados para fazer o isolamento da rede elétrica.

Jornal Midiamax