Cotidiano

Refis Natalino: prazo termina e 13 mil pessoas são atendidas em renegociação

A prefeitura de Campo Grande atendeu quase 13 mil pessoas entre o dia 11 e esta segunda-feira (23), último para os contribuintes irem à prefeitura e renegociar as dívidas que possuem com o município. A distribuição de senhas se encerrou às 18h, somando apenas hoje 2.332 pessoas atendidas. No domingo (22), foram 872 atendimentos. Com […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 23/12/2019, às 18h57

(De arquivo | Henrique Arakaki | Midiamax)
(De arquivo | Henrique Arakaki | Midiamax) - (De arquivo | Henrique Arakaki | Midiamax)

A prefeitura de Campo Grande atendeu quase 13 mil pessoas entre o dia 11 e esta segunda-feira (23), último para os contribuintes irem à prefeitura e renegociar as dívidas que possuem com o município. A distribuição de senhas se encerrou às 18h, somando apenas hoje 2.332 pessoas atendidas. No domingo (22), foram 872 atendimentos.

Com procura dentro da expectativa, o Refis Natalino arrecadou 15,7 milhões em primeira fase, que se encerrou em 5 de dezembro. Porém, vereadores propuseram a prorrogação, com os trabalhos retornando no dia 11. De lá para cá, foram arrecadados mais R$ 5 milhões até sábado (21). O valor definitivo ainda não foi fechado.

Entre as milhares de pessoas que foram renegociar suas dívidas com a prefeitura está Antonio Marques, que gostou da agilidade e elogiou a eficiência do serviço. “Deu tudo certo, resolvi tudo e está ok já. Foi bem rápido e sem complicação”.

A previsão do secretário municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, era a de conseguir um extra de até R$ 7 milhões para os cofres da prefeitura nesta nova fase do Refis. Ao todo, 37 atendentes ficaram responsáveis pelas negociações referentes à dívida ativa.

Enquanto isso, as situações resolvidas com o jurídico contaram com sete atendentes fixos. Além deles, para os dias de maior movimento, como esta segunda-feira, foi montado uma tenda para reforçar o trabalho, com mais 20 pessoas atendendo os contribuintes.

Jornal Midiamax