Cotidiano

Quer conhecer o Judiciário? Programa permite tour sobre funcionamento da Justiça na Capital

As regras para as visitas aos prédios do Tribunal de Justiça, do Fórum da Comarca de Campo Grande e do Cijus (Centro Integrado de Justiça), foram estabelecidas nesta segunda-feira (28) através de portaria publicada no Diário da Justiça. De acordo com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato grosso do Sul), as regras têm objetivo […]

Ana Paula Chuva Publicado em 30/01/2019, às 15h24 - Atualizado às 15h26

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

As regras para as visitas aos prédios do Tribunal de Justiça, do Fórum da Comarca de Campo Grande e do Cijus (Centro Integrado de Justiça), foram estabelecidas nesta segunda-feira (28) através de portaria publicada no Diário da Justiça.

De acordo com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato grosso do Sul), as regras têm objetivo de facilitar o acesso de cidadãos, estudantes, turistas, interessados no funcionamento do Poder Judiciário Estadual, tanto sua localização como os aspectos históricos e judiciários.  A proposta é parecida com o projeto, de 2011, ‘Conheça o Judiciário’

Com a portaria, as visitas poderão agendadas e serão realizadas na última sexta-feira de cada mês em vários horários, e terão a supervisão de um servidor capacitado, para passar as informações acerca da história e dos serviços prestados pela unidade judicial visitada. Vale lembrar que, é proibido o acesso de pessoas acompanhadas de animais – à exceção de cães-guia.

Os agendamentos serão feitos com pelo menos 25 dias de antecedência pela secretaria de Comunicação e o Departamento de Cerimonial é responsável pelo roteiro das visitas. É importante que em caso de cancelamento, ele seja feito 8 dias antes da data agendada. Os interessados em agendar uma visita podem fazê-lo pelo e-mail [email protected] ou no site do TJMS.

Um calendário de visitas será encaminhado às universidades, faculdades e às secretarias municipal e estadual de Educação e Cultura. Os   grupos de visitantes terão mínimo de 10 e máximo de 50 pessoas a cada evento.

Jornal Midiamax