Cotidiano

Semana Santa: preço do peixe varia até 181,70% em Campo Grande

Semana Santa: preço do peixe varia até 181,70% em Campo Grande O Procon-MS encontrou variação de até 181,70% em produtos tradicionais para consumo na Semana Santa.

Guilherme Cavalcante Publicado em 16/04/2019, às 07h34 - Atualizado às 13h42

Alguns pescados apresentaram grande variação em pesquisa do Procon-MS (Foto: Procon-MS | Divulgação)
Alguns pescados apresentaram grande variação em pesquisa do Procon-MS (Foto: Procon-MS | Divulgação) - Alguns pescados apresentaram grande variação em pesquisa do Procon-MS (Foto: Procon-MS | Divulgação)

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) encontrou variação de até 181,70% em pescados durante pesquisa produtos tradicionais para consumo na Semana Santa, realizada entre 1º e 10 de abril deste ano.

O levantamento teve como foco peixes de água doce e salgada, além de bacalhau. No caso deste, houve a menor variação percentual, de 0,09% (bacalhau lombo), porém, o produto foi encontrado em apenas dois estabelecimentos da cidade, com preço variando de R$ 94,90 e R$ 94,99, o quilograma. Já a sardinha espalmada, que foi encontrada em três comércios de pescados, teve variação de 181,79%, sendo o mais caro R$ 21,98 e o mais barato R$ 7,80. Confira a planilha com a pesquisa detalhada clicando AQUI.

Ao todo, o Procon-MS visitou 15 estabelecimentos em diversas áreas de Campo Grande para a pesquisa, que buscou preços de 59 produtos de consumo comum durante a Semana Santa. Deste total, 27 coincidiram com pesquisa realizada no ano passado e permitem comparar a evolução dos preços. Confira a tabela comparativa com preços de 2018 clicando AQUI.

Vale lembrar que destes 27 itens, 16 deles sofreram acréscimo de preços enquanto os 11 restantes ficaram mais baratos. De acordo com o Procon-MS, nas espécies mais comuns, foi observado aumento de 2,98%.

Jornal Midiamax