Cotidiano

Piscina pública olímpica e coberta será construída no Parque Ayrton Senna

Após assinatura de repasse feita na manhã desta segunda-feira (23), o Parque Ayrton Senna terá a construção de uma piscina pública olímpica e Executivo tem prazo de nove meses para a entrega do projeto. O contrato foi firmado entre a Prefeitura Municipal e Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, somando R$ 6,3 milhões. […]

Mariane Chianezi Publicado em 23/12/2019, às 14h29 - Atualizado em 24/12/2019, às 11h59

Vista aérea do Parque Ayrton Senna. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande)
Vista aérea do Parque Ayrton Senna. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande) - Vista aérea do Parque Ayrton Senna. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande)

Após assinatura de repasse feita na manhã desta segunda-feira (23), o Parque Ayrton Senna terá a construção de uma piscina pública olímpica e Executivo tem prazo de nove meses para a entrega do projeto. O contrato foi firmado entre a Prefeitura Municipal e Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, somando R$ 6,3 milhões.

“Será a primeira piscina pública olímpica de Campo Grande, com 50 metros, 10 raias, cobertura, iluminação e arquibancada fixa. Essa piscina vai transformar o Parque Ayrton Senna em um parque olímpico”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

Para o diretor-presidente da Fundação Municipal de Esportes, Rodrigo Terra, a piscina é a realização de um grande sonho da administração municipal e dos atletas da natação. Com a construção, serão realizadas competições nacionais e internacionais, garantindo também espaço adequado para que os atletas possam treinar.

“Nós temos oficinas nos parques, com mais de 20 mil pessoas inscritas em nossos projetos. No Parque Ayrton Senna, onde vamos instalar a piscina, nós temos mais de duas mil pessoas inscritas, fazendo aulas de musculação, caminhadas e aulas na pista de corrida, e daqui a pouco com aulas de natação e hidroginástica”, pontuou.

O presidente da Federação de Desportos Aquáticos de Mato Grosso do Sul, Marcelo Vargas, agradeceu a construção da piscina, tão importante para a prática esportiva.

“É uma obra muito importante, porque os atletas vão treinar em Campo Grande numa piscina olímpica e vão competir em outras localidades em piscinas de 50 metros. Isso dá uma igualdade para nossos atletas. Os participantes de jogos paraolímpicos também serão beneficiados, porque participam de competições em piscina de 50 metros”, frisou Marcelo Vagas.

O Presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, João Rocha, falou da satisfação com a assinatura do convênio para a construção da piscina.

“A gente começa a ter uma cidade mais feliz e mais motivada. Hoje, é um divisor de águas com a construção dessa piscina. Nós, que somos do esporte, sabemos o quanto é importante ter um equipamento para a boa prática esportiva”, disse João Rocha.

O contrato será de R$ 6,3 milhões, sendo R$ 6 milhões da Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, e R$ 300 mil de contrapartida da Prefeitura de Campo Grande.

Jornal Midiamax