Cotidiano

Pedidos de isenção da inscrição do IFMS podem ser feitos até dia 10

IFMS Estudantes da rede pública interessados em fazer o Exame de Seleção 2020, processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), têm até quinta-feira, 10, para pedir a isenção da taxa de inscrição. A solicitação deve ser feita no preenchimento do formulário de […]

Diego Alves Publicado em 06/10/2019, às 19h06 - Atualizado em 07/10/2019, às 09h22

None

IFMS

Estudantes da rede pública interessados em fazer o Exame de Seleção 2020, processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), têm até quinta-feira, 10, para pedir a isenção da taxa de inscrição.

A solicitação deve ser feita no preenchimento do formulário de inscrição, disponível na Página do Candidato da Central de Seleção do IFMS, onde também é possível conferir o edital com as regras do processo seletivo.

Ao selecionar o item “Isento”, o interessado deve anexar um documento comprovando que estuda em escola pública. Para fins de comprovação, são aceitos:

– documento que comprove estar cursando a educação básica em escola pública em 2019 (declarações escolares, boletins ou outros documentos emitidos pela escola);

– documento de conclusão do último ano/série do ensino fundamental ou médio em escola pública.

O resultado preliminar dos pedidos de isenção será divulgado no dia 18 de outubro, sendo que a interposição de recursos poderá ser feita nos dias 21 e 22. A divulgação do resultado definitivo está prevista para 29 de outubro.

Os candidatos que tiverem o pedido de isenção da taxa de inscrição negado deverão efetuar o pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 25,00, até 7 de novembro, em qualquer agência do Banco do Brasil.

Inscrições – Os interessados em fazer o Exame de Seleção 2020 devem se inscrever até 6 de novembro.

Na inscrição, é preciso informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do estudante que irá concorrer à vaga.

Cotas – Metade das vagas é reservada a candidatos que estudaram em escola pública. Desse total, há cotas para aqueles que comprovarem renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, aos que se autodeclararem pretos, pardos e indígenas, e a pessoas com deficiência.

A opção de beneficiário de ação afirmativa deverá ser informada no ato da inscrição. A condição de cotista precisa ser comprovada através da documentação apresentada na matrícula.

Prova – Será aplicada no dia 24 de novembro, nos municípios onde as vagas são ofertadas.

O exame terá 50 questões de múltipla escolha, sendo 20 de língua portuguesa, 20 de matemática e 10 de conhecimentos gerais. Confira o que cai na prova.

A previsão é que o gabarito seja divulgado no dia seguinte. O resultado preliminar está previsto para 16 de dezembro. no dia 20 será publicada a primeira chamada, com matrículas entre 14 e 17 de janeiro.

Todas as informações sobre o processo seletivo estão na página do Exame de Seleção 2020.

Vagas – O IFMS oferece 1.440 vagas em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

As opções de cursos são Agricultura, Agropecuária, Alimentos, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Mecânica e Metalurgia, além de Aquicultura e Desenvolvimento de Sistemas, ofertados pela primeira vez.

Podem concorrer estudantes que concluíram ou estejam concluindo o ensino fundamental.

Curso – No técnico integrado, o estudante faz o ensino médio regular junto com o curso técnico. Os cursos têm duração média de três anos e meio e são oferecidos na modalidade presencial. O diploma possibilita tanto o ingresso na universidade como no mundo do trabalho.

Em caso de dúvidas sobre o Exame de Seleção 2020, o contato deve ser feito pelo e-mail [email protected]

Jornal Midiamax