Cotidiano

PEC da 2ª instância terá audiência com Moro na próxima semana, diz Simone

Presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) postou em seu twitter, nesta terça-feira (26), que a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que permite prisões após condenação em segunda instância tem audiência pública marcada para a próxima quarta-feira (4) com a presença do ministro da Justiça Sérgio […]

Danúbia Burema Publicado em 26/11/2019, às 18h04 - Atualizado em 27/11/2019, às 08h54

(Senadora Simone Tebet/Arquivo)
(Senadora Simone Tebet/Arquivo) - (Senadora Simone Tebet/Arquivo)

Presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) postou em seu twitter, nesta terça-feira (26), que a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que permite prisões após condenação em segunda instância tem audiência pública marcada para a próxima quarta-feira (4) com a presença do ministro da Justiça Sérgio Moro.

Respondendo a questionamentos de internautas sobre o trâmite da proposta, Simone informou que os senadores ‘estão atentos’ para que a decisão tenha data certa para ser concluída. “Abrir mão do direito de legislar sobre a 2° instância, sem conhecer o calendário da PEC da Câmara, seria violar a autonomia e a independência do Senado”, completou.

Confira a íntegra da postagem feita pela senadora de MS:

A PEC em discussão no Senado foi resposta à decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) no dia 7 de novembro, que julgou ilegais prisões de condenados enquanto houver possibilidade de recursos. O entendimento resultou na soltura de diversos presos, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A discussão gerou debate no meio jurídico e até entre a bancada de MS. No entendimento de alguns, a PEC quer alterar cláusula pétrea da Constituição Federal que define a prisão apenas após o trânsito em julgado das decisões.

Jornal Midiamax