Cotidiano

Paciente diz que UBSF ‘perdeu’ sangue coletado por suspeita de dengue

Desde terça-feira (2), uma mulher estaria tentando realizar exames de sangue para confirmar se está ou não com dengue, porém, um equívoco no UBSF (Unidade Básica de Saúde Familiar) da Vila Corumbá estaria causando confusão, já que houve três pedidos para a coleta de sangue e neste meio tempo, o exame ficou pronto. Maria Aparecida […]

Vinícius Costa Publicado em 05/04/2019, às 12h14 - Atualizado às 18h41

(Foto: Reprodução/Google Maps)
(Foto: Reprodução/Google Maps) - (Foto: Reprodução/Google Maps)

Desde terça-feira (2), uma mulher estaria tentando realizar exames de sangue para confirmar se está ou não com dengue, porém, um equívoco no UBSF (Unidade Básica de Saúde Familiar) da Vila Corumbá estaria causando confusão, já que houve três pedidos para a coleta de sangue e neste meio tempo, o exame ficou pronto.

Maria Aparecida Piccini, 35 anos e operadora de caixa, disse que os sintomas começaram a aparecer na semana passada, mas ela imaginou que fosse sua sinusite que estaria atacada, entretanto, percebeu que manchas em seu corpo surgiram e nesta semana, dores na junta e na cabeça foram surgindo e logo procurou um médico.

Na primeira tentativa de coleta, Maria foi alertada que o sangue teria coagulado e precisaria voltar a unidade para que fosse refeito o procedimento. Embora tenha realizado a segunda coleta, ela ligou para verificar se estaria pronto o exame, mas a enfermeira informou que uma terceira coleta teria que ser feita. A operadora de caixa foi até a unidade, mas foi surpreendida com o exame pronto.

“A enfermeira me pediu para eu ir na recepção e pedir para tirar um novo pedido e fazer a coleta do sangue, mas quando cheguei lá, meu exame estava pronto. Agora eu não sei, a moça falou que eu tinha que colher sangue de novo, a enfermeira disse que já estava pronto”, explicou.

Previamente, o resultado apontou queda na plaqueta de Maria. Ela afirmou que está marcada uma consulta para hoje à tarde e que fará a entrega do exame e ter o resultado definitivo pelo médico.

Procurada pela reportagem para saber o que ocasionou a confusão de informações entre a UBSF Vila Corumbá e a cidadã, a Sesau não havia emitido resposta até o fechamento desta matéria.

Jornal Midiamax