Cotidiano

No último dia do Refis, Prefeitura espera atender 3 mil pessoas

Pelo menos três mil pessoas devem passar pela Central do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para renegociarem suas dívidas através do Refis. Apesar de ser o último dia do programa, o tempo médio para ser atendido dura em torno de 30 a 40 minutos e a fila para a entrega de senhas é considerada […]

Vinícius Costa Publicado em 10/09/2019, às 09h38 - Atualizado às 09h52

Foto: Henrique Arakaki
Foto: Henrique Arakaki - Foto: Henrique Arakaki

Pelo menos três mil pessoas devem passar pela Central do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para renegociarem suas dívidas através do Refis. Apesar de ser o último dia do programa, o tempo médio para ser atendido dura em torno de 30 a 40 minutos e a fila para a entrega de senhas é considerada normal pela manhã. Há também uma tenda montada do lado de fora para o atendimento preferencial, ao todo são cerca de 60 atendentes.

A prorrogação do atendimento aconteceu após a finalização dos serviços no dia 13 de agosto. Depois desta data, 11.177 pessoas foram atendidas e somente nesta segunda-feira (9), mais de duas mil pessoas conseguiram um desconto em suas dívidas. Os dados foram passados pela chefe de divisão de arrecadação, Djamira Magalhães.

Djamira conta que o serviço deve ficar à disposição da população até às 16h sem intervalo para almoço. A distribuição de senhas explica que quem pegar a senha até as 16 horas vai ser atendido, mesmo que ultrapasse o horário previsto.

No último dia do Refis, Prefeitura espera atender 3 mil pessoas
Roberto Francisco espera conseguir um bom desconto no Refis. (Henrique Arakaki, Midiamax)

O polidor de carros, Roberto Francisco de Souza, de 49 anos,  acredita que não deve chegar a uma hora de espera para ser atendido. Roberto espera “conseguir um bom desconto” em sua dívida de IPTU que está em atraso há pelo menos três anos.

No último dia do Refis, Prefeitura espera atender 3 mil pessoas
Carlos de Barros foi um dos que aproveitaram o último dia. (Henrique Arakaki, Midiamax)

O marceneiro Carlos de Barros, de 54 anos espera ser atendido pela segunda vez nesta terça-feira. Na primeira tentativa conseguiu o atendimento e agora espera uma segunda oportunidade onde pretende renegociar uma dívida do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de quando ainda trabalhava como empresário. O marceneiro já está na espera pelo menos há 30 minutos.

Arlete Santos foi uma das pessoas que conseguiram um desconto em sua dívida de IPTU que estava atrasada há um ano. Ela não demorou muito para ser atendida, cerca de quarenta minutos e saiu contente após “ter conseguido um bom desconto”.

No último dia do Refis, Prefeitura espera atender 3 mil pessoas
Uma tenda foi colocada do lado de fora para o atendimento preferencial. (Henrique Arakaki, Midiamax)
Jornal Midiamax