Cotidiano

Mulheres de Campo Grande são as mais ativas do país, aponta pesquisa

Ir a pé para o trabalho, andar de bicicleta para ir ao mercado e até esforços físicos diários, contribuíram para colocar as mulheres de Campo Grande no ranking das mais ativas no dia a dia no país. O levantamento foi feito pela Vigitel (Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas […]

Mariane Chianezi Publicado em 28/07/2019, às 11h07 - Atualizado em 29/07/2019, às 11h58

Foto: Arquivo/Midiamax
Foto: Arquivo/Midiamax - Foto: Arquivo/Midiamax

Ir a pé para o trabalho, andar de bicicleta para ir ao mercado e até esforços físicos diários, contribuíram para colocar as mulheres de Campo Grande no ranking das mais ativas no dia a dia no país. O levantamento foi feito pela Vigitel (Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico).

A pesquisa conversou com mulheres com idades acima de 18 anos e que fazem, pelo menos 10 minutos de caminhada diária ou que fazem limpeza pesada em suas casas.

A Vigitel levou em consideração o percentual de mulheres fisicamente inativas e o Rio de Janeiro possui o maior número de moradoras que não se movimentam diariamente (18%). No final da lista, Campo Grande aparece com apenas 10%, ou seja, na Capital sul-mato-grossense, 90% das mulheres se movimentam no dia a dia.

As mulheres também são destaque na lista de pessoas que fazem atividades físicas diariamente, com mais de 150 minutos de atividade ocupacional. No ranking, 52% das mulheres campo-grandenses praticam atividade física no tempo livre, enquanto 32% dos homens se exercitam.

A pesquisa

O Vigitel é uma pesquisa telefônica realizada com maiores de 18 anos, nas 26 capitais e no Distrito Federal, sobre diversos assuntos relacionados à saúde. Assim, entre fevereiro e dezembro de 2018, foram entrevistados por telefone 52.395 pessoas.

Jornal Midiamax