Cotidiano

Mulher que se queimou com bife na chapa morre um mês após o marido

Cristiane da Silva Lima, 46 anos, morreu na noite desta segunda-feira (25) na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa, em Campo Grande. Ela deu entrada no hospital dia 24 de fevereiro, com 50% do corpo queimado após uma explosão enquanto fazia bife na chapa com o marido. De acordo com as informações da […]

Ana Paula Chuva Publicado em 26/03/2019, às 14h46 - Atualizado em 27/03/2019, às 12h22

(Foto: Reprodução Facebook)
(Foto: Reprodução Facebook) - (Foto: Reprodução Facebook)

Cristiane da Silva Lima, 46 anos, morreu na noite desta segunda-feira (25) na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa, em Campo Grande. Ela deu entrada no hospital dia 24 de fevereiro, com 50% do corpo queimado após uma explosão enquanto fazia bife na chapa com o marido.

De acordo com as informações da Santa Casa, às 23h19 desta segunda a auxiliar de escritório não resistiu aos ferimentos, e dentro da UTI sofreu uma parada cardíaca vindo a óbito.

Ainda conforme as informações, o marido de Cristiane, Edison Weis Benites, 60 anos, funcionário público marido deu entrada no hospital no mesmo dia com 80% do corpo queimado, mas veio a óbito na manhã do dia seguinte ao acidente, 25 de fevereiro, também após uma parada cardíaca.

O acidente

Na noite do dia 24 de fevereiro, no Jardim Tijuca, o casal teve o corpo queimado após fazer um bife na chapa dentro da sala da residência onde moravam.  De acordo com as informações da polícia, quando a mulher colocou o álcool no reservatório a garrafa explodiu e as chamas atingiram Cristiane e o marido.

Ambos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levados para a Santa Casa de Campo Grande, onde permaneceram na UTI até o óbito.

Jornal Midiamax