Cotidiano

Mulher é multada por suspeita de pisotear filhote de gato até a morte em MS

Gato era filhote e foi encontrado morto, com várias lesões pelo corpo. A autora negou o crime, mas foi encaminhada para a Delegacia.

Ana Paula Chuva Publicado em 20/12/2019, às 18h52 - Atualizado às 18h54

Animal foi encontrado morto com várias lesões pelo corpo. (Divulgação | PMA)
Animal foi encontrado morto com várias lesões pelo corpo. (Divulgação | PMA) - Animal foi encontrado morto com várias lesões pelo corpo. (Divulgação | PMA)

Uma mulher de 54 anos, que não teve a identidade revelada, foi autuada e multada em R$ 1 mil por maus-tratos a um gato, em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, nesta sexta-feira (20).

Uma equipe da PMA (Policia Militar Ambiental) da cidade recebeu denúncias sobre os possíveis maus-tratos e ao chegar no local encontraram o gato já morto e com várias lesões pelo corpo.

Aos policiais, os vizinhos informaram que o animal, ainda filhote, teria sido pisoteado até a morte por sua proprietária que teria depois o jogado na escadaria de acesso ao condomínio.

A acusada foi localizada e negou a prática do crime de maus-tratos ao animal e afirmou ainda que ele seria cria de uma de suas gatas.

Diante das testemunhas que confirmaram o crime, os polícias encaminharam a mulher para a Delegacia de Polícia Civil. Além da multa, a autora responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, com pena de um ano de detenção.

Jornal Midiamax