Cotidiano

MS registra mais de mil casos de dengue na última semana, 57% a mais do que a anterior

Na última semana foram registrados 1.014 novos casos de dengue em todo o Mato Grosso do Sul, só em Campo Grande foram registrados 858 novos casos.

Dândara Genelhú Publicado em 19/12/2019, às 08h59

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

Na última semana foram registrados 1.014 novos casos de dengue em todo o Mato Grosso do Sul, número 57,6% maior do que a semana anterior. Os dados foram divulgados no Boletim Epidemiológico da semana de 11 a 18 de dezembro, pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Apenas em Campo Grande, 858 novos casos da dengue foram registrados no mesmo período. A capital sul-mato-grossense apresenta 84,6% dos casos de MS e 342 novos registros a mais do que na semana anterior.

Na última semana o índice de municípios do estado com alta incidência de dengue subiu para 96,2%, ou seja, 76 das 79 cidade de MS estão com mais de 300 casos de dengue a cada 100 mil habitantes. Os três municípios que ainda se mantém com média incidência são Inocência, Juri e Paranhos.

Segundo a publicação da SES, é importante tomar medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti, transmissor da dengue. As principais formas de se proteger são:

  • Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;
  • Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;
  • Manter caixas d’agua bem fechadas;
  • Remover galhos e folhas de calhas;
  • Não deixar água acumulada sobre a laje;
  • Encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana;
  • Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;
  • Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;
  • Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;
  • Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;
  • Acondicionar pneus em locais cobertos;
  • Fazer sempre manutenção de piscinas;
  • Tampar ralos;
  • Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;
  • Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;
  • Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;
  • Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;
  • Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;
  • Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

Jornal Midiamax