Cotidiano

Ministério do Trabalho intervém e funcionários da Vyga voltam a receber salários

Os trabalhadores da Vyga, empresa terceirizada do Governo do Estado, voltaram a receber salários atrasados após MPT (Ministério Público do Trabalho) intervir. O órgão teve reunião com a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), onde se comprometeu em transferir cerca de R$ 1,5 milhão para as contas da empresa. Conforme o MPT, a […]

Mariane Chianezi Publicado em 10/06/2019, às 16h44 - Atualizado em 11/06/2019, às 08h55

(Foto: Minamar Júnior)
(Foto: Minamar Júnior) - (Foto: Minamar Júnior)

Os trabalhadores da Vyga, empresa terceirizada do Governo do Estado, voltaram a receber salários atrasados após MPT (Ministério Público do Trabalho) intervir. O órgão teve reunião com a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), onde se comprometeu em transferir cerca de R$ 1,5 milhão para as contas da empresa.

Conforme o MPT, a quantia faz parte dos quase R$ 6 bilhões empenhados para financiar o contrato com a Vyga, firmado em 2016. Em contrapartida, a empresa deverá saldar os encargos trabalhistas pendentes de todos os funcionários e normalizar as certidões previdenciária e do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

O acordo firmado entre o Governo e a empresa também da conta de que outros valores deverão ser repassados para a Vyga somente após a empresa apresentar documentos que comprovem a quitação das obrigações trabalhistas dos empregados.

“O cumprimento das cláusulas constantes do compromisso será objeto de fiscalização pelo Ministério Público do Trabalho, cuja violação implicará retenção dos demais repasses financeiros à prestadora de serviços”, diz MPT.

Jornal Midiamax