Cotidiano

Mesmo com feriado, comércio e supermercados abrem nesta sexta

O comércio e os supermercados estarão abrindo as portas normalmente nesta sexta-feira (11), mesmo com o feriado estadual de Criação de Mato Grosso do Sul. As lojas do centro devem abrir a partir das 9h e ficarão abertas até às 18h. Já os supermercados devem seguir com o horário normal de expediente, dando início a […]

Vinícius Costa Publicado em 11/10/2019, às 08h16 - Atualizado às 13h56

(Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)
(Foto: Henrique Arakaki/Midiamax) - (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

O comércio e os supermercados estarão abrindo as portas normalmente nesta sexta-feira (11), mesmo com o feriado estadual de Criação de Mato Grosso do Sul. As lojas do centro devem abrir a partir das 9h e ficarão abertas até às 18h. Já os supermercados devem seguir com o horário normal de expediente, dando início a partir das 8h e seguindo até o fim da noite. As informações foram repassadas pela Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) e da AMAS (Associação Sul-mato-grossense de Supermercados).

Os shoppings Bosque dos Ipês, Norte Sul Plaza e Campo Grande também estarão à disposição dos consumidores que quiserem fazer algumas compras ou apenas passear com a família com as portas abertas a partir das 10h e com encerramento dos serviços às 22h. Já o Pátio Central abre às 9h e fecha às 17h.

Na saúde, estarão funcionando somente as atividades essenciais no atendimento à população, como os CRSs (Centros Regionais de Saúde) e as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). Campo Grande possui quatro CRS, localizados nos bairros Coophavila II, Aero Rancho, Tiradentes, Nova Bahia. Há seis UPAs nos bairros, localizadas no Leblon, Coronel Antonino, Moreninha II, Universitário, Vila Almeida e Santa Mônica.

Mas é bom se atentar para alguns serviços que não estarão funcionando nesta sexta, como órgãos públicos, poder judiciário, prefeitura e bancos. As delegacias que atendem plantão vão funcionar normalmente e o transporte público opera em escala de feriado com redução de frota.

Jornal Midiamax