Cotidiano

Ele quer ser PM e ganhou uma festa surpresa de policiais em Campo Grande

O pequeno Arthur, de 6 anos, foi surpreendido na quinta-feira (27) com uma festa de aniversário diferente. Este ano, quem compareceu em sua casa, no bairro São Conrado, em Campo Grande, para festejar com ele foram policiais militares, que levaram junto bolo, salgadinhos e até um presente. De acordo com a mãe do pequeno, Kathiuce […]

Daiany Albuquerque Publicado em 30/03/2019, às 17h59 - Atualizado em 04/04/2019, às 13h26

Policiais militares de Campo Grande organizaram festa surpresa para menino do São Conrado (Foto: Divulgação PM)
Policiais militares de Campo Grande organizaram festa surpresa para menino do São Conrado (Foto: Divulgação PM) - Policiais militares de Campo Grande organizaram festa surpresa para menino do São Conrado (Foto: Divulgação PM)

O pequeno Arthur, de 6 anos, foi surpreendido na quinta-feira (27) com uma festa de aniversário diferente. Este ano, quem compareceu em sua casa, no bairro São Conrado, em Campo Grande, para festejar com ele foram policiais militares, que levaram junto bolo, salgadinhos e até um presente.

De acordo com a mãe do pequeno, Kathiuce Santana, de 31 anos, o filho sempre disse que seu sonho é ser policial quando crescer. Por causa desse fascínio, e por não ter dinheiro para fazer uma festa para o filho, a mulher decidiu ligar no 190 e pedir que, caso pudessem, os policiais passassem pela sua casa para dar os parabéns a Arthur.

“Eu liguei logo que cheguei do trabalho, por volta das 13h, mas eles não me confirmaram se viriam por conta das ocorrências que atendem. Quando foi lá pelas 15h uma mulher entrou em contato comigo dizendo que eles passariam aqui”.

Kathiuce conta que tinha pedido apenas que os policiais chegassem com o giroflex ligado e que parabenizassem a criança. Quando ouviu o barulho, ela conta que correu para pedir a uma vizinha que comprasse um refrigerante para ela poder oferecer aos policiais.

Porém, quando desceram da viatura, os policiais militares da 10ª Companhia Independente de Polícia Militar estavam trazendo a festa completa. “Eles tiraram foto com o Arthur e conversaram com ele. Eu e a avó dele ficamos muito emocionadas, ele ficou muito feliz”, conta.

A festa não durou muito tempo porque os policiais precisavam voltar ao trabalho, mas, segundo a mãe do menino, foi suficiente para tornar o dia do filho especial. “Eu sempre incentivei ele com seu sonho de ser policial, e agora é meu sonho também ver ele fardado. Sempre tento colocar ele do lado do caminho certo, ainda mais morando na periferia”.

Jornal Midiamax