Cotidiano

Marquinhos lamenta morte de ex-secretário que iniciou revitalização da Orla Ferroviária

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) lamentou, por meio de nota, o falecimento do arquiteto José Marcos da Fonseca, ocorrido na noite de sábado (01). Ele foi titular da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) até junho do ano passado. “Com muita tristeza recebi a notícia do falecimento do arquiteto e urbanista José Marcos […]

Danúbia Burema Publicado em 02/06/2019, às 10h13 - Atualizado às 10h14

José Marcos, Marquinhos e Eduardo Costa, atual titular da Semadur - Foto: Reprodução/Facebook
José Marcos, Marquinhos e Eduardo Costa, atual titular da Semadur - Foto: Reprodução/Facebook - José Marcos, Marquinhos e Eduardo Costa, atual titular da Semadur - Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) lamentou, por meio de nota, o falecimento do arquiteto José Marcos da Fonseca, ocorrido na noite de sábado (01). Ele foi titular da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) até junho do ano passado.

“Com muita tristeza recebi a notícia do falecimento do arquiteto e urbanista José Marcos da Fonseca, profissional que tanto contribuiu para o crescimento de nossa cidade, inclusive como secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano”, declarou Marquinhos.

Segundo o prefeito, José Marcos foi fundamental para trazer a Campo Grande a réplica do monumento da Maria Fumaça, que deu início ao projeto de requalificação da Orla Ferroviária de Campo Grande.

Formado em arquitetura e urbanismo com especialização em gestão regional e urbana, José Marcos foi titular da Semadur do início da gestão de Marquinhos até junho do ano passado. Atuou também como presidente da Associação Profissional dos Arquitetos de MS.

À frente da Semadur, atuou na formulação do Decreto n. 13.257/2017 que instituiu os programas Aprove Fácil e Habite-se Legal, integrantes do Programa Morena Legal. Também contribuiu com a regulamentação do sistema de gestão de resíduos previsto Lei n. 4.864, de 7 de julho de 2010.

Atual titular da Semadur, o secretário Eduardo Costa lamentou a perda. Emocionado, o secretário lembrou da contribuição dada por José Marcos à Capital por meio de seu trabalho de arquiteto e urbanista. “Dedicou a vida ao resgate do patrimônio histórico e arquitetônico”, comentou.

O velório de José Marcos é realizado no Cemitério Parque das Primaveras e o sepultamento está previsto para as 14 horas. Ele deixa esposa e filhos.

Jornal Midiamax