Cotidiano

Há um mês no escuro, vizinhança convive com medo de assaltos no Maria Aparecida Pedrossian

Moradores da Rua Manoel Padial, uma das principais do bairro Maria Aparecida Pedrossian, padecem há pelo menos um mês com a falta de iluminação pública, sobretudo no trecho que fica próximo à esquina com a Rua João Francisco Damasceno. No local, as lâmpadas estão queimadas e com isso moradores temem o risco de assaltos. De […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 17/01/2019, às 11h49 - Atualizado às 13h59

None
(Foto: Arquivo do leitor | WhatsApp)

Moradores da Rua Manoel Padial, uma das principais do bairro Maria Aparecida Pedrossian, padecem há pelo menos um mês com a falta de iluminação pública, sobretudo no trecho que fica próximo à esquina com a Rua João Francisco Damasceno.

No local, as lâmpadas estão queimadas e com isso moradores temem o risco de assaltos. De acordo com Breno Fabris, que é diretor da Amape (Associação de Moradores do Parque Residencial Maria Aparecida Pedrossian), o setor responsável pela manutenção de postes de iluminação pública da Prefeitura de Campo Grande foi acionada no dia 12 de dezembro e não recebeu qualquer resposta.

“Como está muito escuro e é uma área por onde passa muita gente, a população está com medo de assaltos. Queremos uma providência”, detalha.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Campo Grande destacou que a reclamação foi encaminhada ao setor responsável para providências ainda nesta semana. A reportagem acompanha o andamento da manutenção.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

As imagens foram enviadas ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330 por um de nossos leitores. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax