Cotidiano

Funcionários continuam sem salários e Vyga tem 10 dias para resolver situação

Os trabalhadores da empresa terceirizada Vyga continuam com os salários atrasados em Mato Grosso do Sul. O atraso dos salários não é novidade para os funcionários e a empresa até já recebeu um ‘ultimato’ do Governo do Estado: deve regularizar os pagamentos e o fornecimento de materiais de limpeza. A SAD (Secretaria de Estado de […]

Mylena Rocha Publicado em 10/06/2019, às 13h08

(Foto: Minamar Junior | Midiamax)
(Foto: Minamar Junior | Midiamax) - (Foto: Minamar Junior | Midiamax)

Os trabalhadores da empresa terceirizada Vyga continuam com os salários atrasados em Mato Grosso do Sul. O atraso dos salários não é novidade para os funcionários e a empresa até já recebeu um ‘ultimato’ do Governo do Estado: deve regularizar os pagamentos e o fornecimento de materiais de limpeza.

A SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) informou ao Jornal Midiamax que o prazo acordado com a Vyga vence em 10 dias, no dia 20 de junho. Trabalhadores da empresa informaram ao Jornal Midiamax nesta segunda-feira (10) que continuam com os salários em atrasos e que não há qualquer previsão ou resposta da Vyga.

Há quase três anos, a empresa Vyga Prestadora de Serviços de Conservação e Asseio é alvo de constantes de reclamações dos seus funcionários por não estar cumprindo com pagamentos de salário e ticket alimentação. De acordo com o MPT-MS (Ministério Público do Trabalho), as denúncias são sempre as mesmas, referentes a concessão de férias, ausência de pagamento de salários, 13º salário, ticket alimentação, ausência de realização de exames, e falta de equipamentos de proteção individuais fornecidos aos empregados não serem compatíveis com as atividades laboradas.

No ano de 2013, conforme explica o MPT-MS, a empresa já havia sido alvo de denúncias semelhantes aos casos citados acima pela reportagem. Naquele ano, a empresa teria assinado um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), porém, em 2016 um dos itens elaborados pelo ministério foi descumprido, o que ocasionou em multa para a empresa. Os denunciantes foram chamados para prestar esclarecimentos e os depoimentos aconteceram no início deste mês de maio.

Jornal Midiamax