Cotidiano

Fórum internacional sobre violência contra a mulher termina nesta sexta-feira

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher que está sendo realizado em Campo Grande, termina nesta sexta-feira (4). O evento começou na manhã desta quinta-feira (3) e tem o objetivo de promover o debate sobre a violência doméstica abordando os subtemas como patriarcado, feminismos e masculinidade positiva. A ação é uma parceria entre […]

Ana Paula Chuva Publicado em 03/10/2019, às 15h34

None

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher que está sendo realizado em Campo Grande, termina nesta sexta-feira (4). O evento começou na manhã desta quinta-feira (3) e tem o objetivo de promover o debate sobre a violência doméstica abordando os subtemas como patriarcado, feminismos e masculinidade positiva.

A ação é uma parceria entre com a Cátedra Unesco/UFGD “Diversidade Cultural, Gênero e Fronteiras” e a ONU Mulheres Brasil, realizado pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

As palestras acontecem no Novotel, localizado na avenida Mato Grosso, 5555 – Carandá Bosque, Campo Grande. Nesta sexta-feira está marcado para começar às 8 horas, e traz os temas: Educação para equidade de gênero, ministrado pelo Prof. Dr. Fernando Seffner (UFRGS); História do feminismo, com Jacy Curado (UFMS); Masculinidades positivas, com Caio César dos Santos; e o debate sobre a Rede de Enfrentamento e Atendimento à Mulher em situação de Violência, com Aparecida Gonçalves e Vanessa Vieira.

Discutirão as temáticas os seguintes debatedores: Des. Roger Raupp Rios (TRF 4ª Região), Prof. Dr. Losandro Antônio Tedeschi (UFGD), Ângela Vanessa Epitácio (Coletivo de Mulheres Negras de MS “Raimunda Luzia Brito), Prof. Dr. Flávio Adriano (UFMS), Jaqueline Aparecida Martins Zarbato e o Prof. Me. André Masao Peres Tokuda (AEMS/ Três Lagoas).

As palestras serão coordenados pelas juízas Helena Alice Machado Coelho, Jacqueline Machado, Bruna Tafarelo, Tatiana Said e Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva, e pelo juiz Alessandro Leite Pereira, além da professora Marisa Lomba, da UFGD.

Jornal Midiamax