Cotidiano

Ferramenta permite que usuários encontrem UPA menos lotada em Campo Grande

Reclamações sobre demora em atendimento nas UPA (Unidades de Pronto Atendimento) e de CRS (Centro Regional de Saúde) já fazem parte do dia a dia do campo-grandense. As reclamações são decorrentes tanto por faltas de médicos como pela superlotação em si, muitas vezes provocadas por pacientes que poderiam recorrer a atendimento nos postos de saúde. […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 23/04/2019, às 11h17 - Atualizado às 16h12

UPA Coronel Antonino (Foto: Ilustrativa | Mariane Chianezi | Midiamax)
UPA Coronel Antonino (Foto: Ilustrativa | Mariane Chianezi | Midiamax) - UPA Coronel Antonino (Foto: Ilustrativa | Mariane Chianezi | Midiamax)

Reclamações sobre demora em atendimento nas UPA (Unidades de Pronto Atendimento) e de CRS (Centro Regional de Saúde) já fazem parte do dia a dia do campo-grandense. As reclamações são decorrentes tanto por faltas de médicos como pela superlotação em si, muitas vezes provocadas por pacientes que poderiam recorrer a atendimento nos postos de saúde.

Uma ferramenta da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) lançada em fevereiro deste ano, porém, pode contribuir para que a espera por atendimento em unidades emergenciais do SUS seja menos sofrida. É o que promete o Censo Situacional, um sistema on-line que permite , por exemplo, consultar qual UPA ou CRS está menos lotada.

Ferramenta permite que usuários encontrem UPA menos lotada em Campo Grande
Dados da manhã da última segunda-feira (22) apontaram que a UPA Cel Antonino era a mais lotada, com quase 40 pacientes por médico (Foto: Reprodução | Sesau)

A ferramenta consiste numa tabela on-line que é atualizada várias vezes ao dia por funcionários das unidades emergenciais da Capital e indica quais UPA ou CRS podem estar enfrentando problemas com superlotação. Com isso, o usuário pode optar, antes de sair de casa, de procurar a unidade menos congestionada.

O sistema também permite conferir se todos os médicos – clínicos gerais e pediatras – da escala compareceram e se o equipamento de RX está disponibilizado e funcional na unidade. A plataforma também aponta qual UPA tem a menor concentração de pacientes por médico: se o índice estiver verde, a tendência é que o atendimento ocorra mais rápido – lembrando sempre que nessas unidades o acolhimento pelos médicos vai depender da classificação recebida na triagem.

Com o Censo Situacional, o usuário poderá consultar a situação de cada unidade, a quantidade de médicos escalados, clínicos e pediatras e onde há disponível o aparelho de raio-x.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

Jornal Midiamax