Cotidiano

Com UPA lotada e médicos faltando, Sesau aciona reforço 

Para que precisou buscar por atendimento médico nesta quarta-feira (8) passou por longa espera na UPA (Unidade de Pronto de Atendimento) Leblon, em Campo Grande. Dois médicos faltaram na escala do dia e 36 pacientes chegaram a esperar por 5h. Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), dos 4 profissionais que estavam na escala, apenas […]

Mariane Chianezi Publicado em 08/05/2019, às 15h42

Foto: WhatsApp Midiamax
Foto: WhatsApp Midiamax - Foto: WhatsApp Midiamax

Para que precisou buscar por atendimento médico nesta quarta-feira (8) passou por longa espera na UPA (Unidade de Pronto de Atendimento) Leblon, em Campo Grande. Dois médicos faltaram na escala do dia e 36 pacientes chegaram a esperar por 5h.

Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), dos 4 profissionais que estavam na escala, apenas dois compareceram para atender a população. Com isso, uma equipe de apoio seria encaminhada no local para reforçar o atendimento e dar mais celeridade.

As UPAs Coophavilla e Nova Bahia também enfrentam superlotação nesta quarta-feira, com 48 e 36 pacientes respectivamente. A grande procura nas unidades também se deve pela epidemia de dengue que a Capital enfrenta.

Jornal Midiamax