Cotidiano

Com medo de infestações de cobras e escorpiões, moradora paga para limpar terrenos baldios

Com medo de que animais peçonhentos e até mosquitos da Dengue se proliferem, uma moradora do Jardim Noroeste tem pago, por 4 anos, para limpar quatro terrenos baldios próximos de onde mora. Ela chega a desembolsar R$ 200 por mês para que serviço seja feito. Os terrenos, localizados na Rua Urupês com a Rua da […]

Mariane Chianezi Publicado em 05/02/2019, às 16h38

Foto: Reprodução/WhatsApp Midiamax
Foto: Reprodução/WhatsApp Midiamax - Foto: Reprodução/WhatsApp Midiamax

Com medo de que animais peçonhentos e até mosquitos da Dengue se proliferem, uma moradora do Jardim Noroeste tem pago, por 4 anos, para limpar quatro terrenos baldios próximos de onde mora. Ela chega a desembolsar R$ 200 por mês para que serviço seja feito.

Os terrenos, localizados na Rua Urupês com a Rua da Conquista, tem recebido limpeza pelo menos duas vezes ao mês. “Já apareceu lacraia, escorpiões e até cobra por aqui. Tenho medo porque tenho uma bebê de 7 meses e por isso pago para limpar”, contou Tábata Bastos de Souza, de 26 anos.

Segundo ela, diversas reclamações foram feitas na Prefeitura Municipal e, até então, espera que equipe vá verificar as condições dos terrenos.

A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal, informou que vai verificar a denúncia. “A Semadur informa que pediu à moradora os números dos protocolos que ela registrou as denúncias via 156 e também o endereço da casa dela como referência para que o órgão possa identificar os terrenos do entorno do imóvel, uma vez que no Jardim Noroeste existem muitos imóveis territoriais”, disse.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax