Cotidiano

Com drone, PMA flagra incêndio no Pantanal e multa produtor

Nesta quinta-feira (1º), produtor paulista foi autuado no valor de R$ 15 mil por atear incêndio em vegetação  no Pantanal. Policiais Militares Ambientais de Corumbá, a 429 quilômetros de Campo Grande, realizaram a fiscalização em propriedades rurais na região pantaneira conhecida como Nabileque, sul de Corumbá. Com ajuda de drone, os policiais ambientais chegaram ao […]

Andreza Nunes Publicado em 02/08/2019, às 14h14

None

Nesta quinta-feira (1º), produtor paulista foi autuado no valor de R$ 15 mil por atear incêndio em vegetação  no Pantanal. Policiais Militares Ambientais de Corumbá, a 429 quilômetros de Campo Grande, realizaram a fiscalização em propriedades rurais na região pantaneira conhecida como Nabileque, sul de Corumbá.

Com ajuda de drone, os policiais ambientais chegaram ao local depois de visualizarem a fumaça dos incêndios, que foram realizados em vegetação arbustiva que estavam amontoadas em “leiras”, na propriedade, totalizando 15 focos, em uma fazenda pertencente a um produtor rural residente em Araçatuba (SP).

De acordo com a assessoria da PMA (Polícia Militar Ambiental), a atividade foi realizada sem autorização do órgão competente. No entanto, desde o dia 1 de julho até o final de outubro está proibida autorizações para queima controlada pelo órgão ambiental.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 15 mil.

Jornal Midiamax