Cotidiano

Assaí é autuado pelo Procon-MS com queijo, iogurte e lasanha vencidos

O Assaí Atacadista foi autuado pelo Procon-MS após ser flagrado com produtos vencidos, embalagens amassadas, violadas e armazenadas de forma irregular. A unidade fiscalizada fica na Avenida Cônsul Assaf Trad. Conforme o órgão estadual, os produtos impróprios ao consumo por estarem com embalagem violada, estavam 20 kg de linguiça mista, pacotes de pão de queijo, granola, […]

Mariane Chianezi Publicado em 31/07/2019, às 16h21 - Atualizado em 01/08/2019, às 13h20

Foto: Procon-MS/Divulgação
Foto: Procon-MS/Divulgação - Foto: Procon-MS/Divulgação

O Assaí Atacadista foi autuado pelo Procon-MS após ser flagrado com produtos vencidos, embalagens amassadas, violadas e armazenadas de forma irregular. A unidade fiscalizada fica na Avenida Cônsul Assaf Trad.

Conforme o órgão estadual, os produtos impróprios ao consumo por estarem com embalagem violada, estavam 20 kg de linguiça mista, pacotes de pão de queijo, granola, bandejas de bacalhau totalizando aproximadamente 4 kg, potes de maionese e manteiga.

Com validade expirada, foram flagradas unidades de corantes para alimentação, extrato de tomate, queijo petit suisse, lasanhas, caldos e iogurtes entre outros. Vários itens estavam com embalagens amassadas o que, também, representa riscos à saúde, se consumidos. Entre estes, compostos lácteos, leite em pó, flocos de cereais e purê de tomate. O superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, lembra que “todo consumidor que se sentir prejudicado em sua relação de consumo deve procurar seus direitos”, disse.

Em nota, a assessoria da rede Assaí informa que atendeu prontamente as recomendações do Procon-MS durante visita à sua unidade localizada no bairro Mata do Jacinto. “[A rede] Esclarece que as questões apontadas pela fiscalização não condizem com o padrão operacional da companhia, em linha com as determinações da Vigilância Sanitária e do Código de Defesa do Consumidor, e os produtos apontados pelo órgão foram descartados imediatamente”.

(matéria alterada às 8h49 do dia 1° de agosto para acréscimo de informação)

Jornal Midiamax