Cotidiano

Agências da Caixa abrirão 2h mais cedo para saques do FGTS

As agências da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso do Sul abrirão as portas duas horas mais cedo nesta sexta-feira (13), ou seja, a partir das 9h, em função do início dos saques de até R$ 500 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), proposto pelo governo federal. A medida busca atender melhor […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 11/09/2019, às 12h08 - Atualizado às 17h25

Foto: Leonardo de França | Midiamax
Foto: Leonardo de França | Midiamax - Foto: Leonardo de França | Midiamax

As agências da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso do Sul abrirão as portas duas horas mais cedo nesta sexta-feira (13), ou seja, a partir das 9h, em função do início dos saques de até R$ 500 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), proposto pelo governo federal.

A medida busca atender melhor a expectativa de alta demanda por atendimento nas agências, conforme informou a assessoria de Imprensa da Regional Mato Grosso do Sul da Caixa.

De acordo com a Caixa, quem tem conta poupança na instituição bancária receberá a quantia das contas ativas e inativas automaticamente, porém, obedecendo o cronograma que se iniciar na sexta-feira. A regra só vale, no entanto, para quem abriu conta poupança na Caixa até o dia 24 de julho de 2019.

Cronograma

O cronograma de saques levará em conta o mês de aniversário dos trabalhadores. Assim, nesta sexta, podem sacar apenas os correntistas nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril. Quem aniversaria em maio, junho, julho e agosto, poderá sacar até R$ 500 a partir de 27 de setembro. Por fim, quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro poderá sacar das contas do FGTS a partir 9 de outubro. O prazo final para os saques vai até 31 de março de 2020.

No caso de quem não tem conta na Caixa (não-correntista), o cronograma será diferente, e terá início apenas em outubro, a partir do dia 19, quando nascidos em janeiro poderão efetuar o saque nas agências. Os demais aniversariantes não correntistas seguirão a seguinte ordem: fevereiro (25/10), março (08/11), abril (22/11), maio (06/12), junho (18/12), julho (10/01), agosto (17/01), setembro (24/01), outubro (07/02), novembro (14/02) e dezembro (06/03).

Vale lembrar que nas casas lotéricas poderão ser realizados saques de até R$ 100 para quem não tem Cartão Cidadão, com a apresentação de um documento de identidade e do CPF e coleta de digital. Já para quem tem o cartão com senha cadastrada, o saque poderá ser de até R$ 500.

Quanto eu vou receber?

A Caixa liberou uma seção em seu site para que trabalhadores possam verificar o saldo do FGTS e quanto receberão. Caso o trabalhador não queira retirar o recurso, será necessário informar a decisão até 30 de abril de 2020. Clique AQUIpara conferir os canais de comunicação.

Durante o anúncio do cronograma, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, declarou que haverá funcionamento especial nas datas de saque e possibilidade de que agências abram mais cedo em caso de alta demanda. O governo prevê que cerca de R$ 30 bilhões sejam injetados na economia neste ano, e mais R$ 12 bilhões em 2020.

Ainda não sabe o que fazer com o dinheiro ou se é uma boa retirar a quantia? O Jornal Midiamax já conversou com especialistas em educação financeira e também checou se o saque é ou não “armadilha”.

Outra dúvida comum é se os saques vão ou não prejudicar o trabalhador numa eventual rescisão trabalhista. Confira a resposta clicando AQUI.

Jornal Midiamax