Cotidiano

VÍDEO: moradores registram ruas intransitáveis após a chuva

Buracos se multiplicam em ruas da Capital

Wendy Tonhati Publicado em 08/01/2018, às 13h48

None

Buracos se multiplicam em ruas da Capital

Nova LimaCom as chuvas típicas desta época do ano, agrava-se um dos maiores problemas enfrentados pelos moradores de Campo Grande: os buracos.

Em todas as regiões da cidade e independente de a rua ser pavimentada ou não, os moradores acumulam reclamações e relatam verdadeiras peripécias para conseguir sair de casa sem atolar carros e motocicletas.

Após a chuva do fim de semana, leitores do Jornal Midiamax registram a situação de ruas que não são pavimentadas e que escondem grandes buracos.

Os moradores da rua Francisco Pereira Coutinho, no Nova Lima, estão indignados com a situação no local. São crateras formadas pela chuva que dificultam a passagem dos veículos e até mesmo, os moradores saírem de casa com o carro. “Está ficando intransitável. Além dos buracos, agora está só matagal”.

Um leitor do Jornal Midiamax registrou a situação das ruas no Jardim Campo Nobre e no Conjunto Habitacional Ramez Tebet. Na Rua Claudio Coutinho, no Jardim Campo Nobre, uma lâmina de água se formou na local escondendo os buracos. Na mesma rua, no cruzamento com a Antônio Souza, é possível ver as crateras.

Jardim Campo Nobre

No Jardim São Conrado, a rua Leão Zardo está ficando intransitável, segundo os moradores.

Um leitor do Jornal Midiamax informou que há vários buracos na via, devido ao acúmulo de água das chuvas. A situação está prejudicando até mesmo os pedestres e cadeirantes do bairro que utilizam as calçadas.

“Os motociclistas estão atravessando pela calçada e os moradores, colocando pedras e restos de obras para evitar que eles passem. Só que não se dão conta que isso prejudica o deslocamento de cadeirantes, pessoas com carrinhos de bebê e até mesmo os pedestres”, comenta o leitor.

A Prefeitura de Campo Grande prestou esclarecimentos por meio de nota: (íntegra)

O serviço de manutenção das vias está condicionado às condições climáticas. Neste período de chuva o trabalho fica prejudicado e as intervenções limitadas aos pontos críticos para garantir as condições mínimas de tráfego. Como são mais de 1.100 quilômetros de vias não pavimentadas, o trabalho segue um cronograma com prioridade para os locais intransitáveis”.

Denúncias e reclamações

Envie diretamente para os jornalistas do Midiamax sua denúncia, flagrante ou sugestão. Você nem precisa se identificar. A preservação da sua identidade é garantida constitucionalmente e o jornal respeita sua confiança em nosso trabalho. Quanto mais detalhes, documentos ou informações você enviar, mais rápido o trabalho dos repórteres.

Se estiver no celular e preferir, use o WhatsApp do jornal: (67) 992074330.

Jornal Midiamax