Cotidiano

Nova onda de frio trará sensação térmica abaixo de zero a partir do dia 20

Sensação térmica deve atingir temperaturas abaixo de 0ºC

Richelieu Pereira Publicado em 15/07/2018, às 15h33 - Atualizado em 16/07/2018, às 11h36

Foto: Arquivo Midiamax
Foto: Arquivo Midiamax - Foto: Arquivo Midiamax

Quem gosta do tempo frio pode comemorar. Uma nova onda de baixas temperaturas está prevista para passar por Mato Grosso do Sul a partir do próximo dia 20. A expectativa é de que a sensação térmica chegue a patamares abaixo de zero, como ocorreu na última semana.

As informações são da meteorologista Franciane Rodrigues, do Centro de Monitoramento do Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos. “Uma nova frente fria, com a mesma intensidade da última, vai chegar entre 20 e 21 de julho”, explicou a coordenadora técnica do Cemtec.

Na semana passada, os termômetros registraram 0,1ºC na madrugada de quarta-feira (11) em Rio Brilhante. Já em Bela Vista e Amambai, as mínimas foram de 1,3ºC e 1,7ºC. E em Campo Grande, a menor temperatura foi de 7,1ºC, com sensação de -4ºC.

Franciane explicou que a menor sensação térmica, no entanto, foi registrada às 6 horas em Camapuã: -5ºC. A temperatura era de 5,2ºC, mas ventos de 25 km/h provocaram a sensação de ainda mais frio.

Preparação

Para ajudar as famílias carentes, entidades públicas e privadas distribuíram cerca de 15 mil peças de para as pessoas enfrentarem o frio invernal. Os artigos foram entregues para 32 instituições, segundo a Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), que é a responsável pela organização da campanha.

Além da ação social entre os servidores, o Governo do Estado também adquiriu e distribuiu 80 mil cobertores. Os 79 municípios de Mato Grosso do Sul receberam as doações.

A partilha entre os municípios foi feita de forma proporcional ao número de famílias em situação de vulnerabilidade social, com base nos atendimentos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), segundo a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast). Campo Grande recebeu 12 mil cobertores.

Serviço

A Campanha do Agasalho dos Servidores Estaduais deste ano já acabou, mas várias entidades continuam arrecadando agasalhos.

Quem quiser doar cobertores, roupas, calçados, alimentos e móveis pode procurar, de segunda a sexta-feira, até as 14h, o Conselho Central da Sociedade São Vicente de Paulo, na rua Abrão Júlio Rahe, 795, no bairro Santa Fé, em Campo Grande.

Igrejas e paróquias também costumam receber doações.

*Com assessoria

Jornal Midiamax