Procura por nebulização aumenta 88% e dicas podem ajudar a lidar com tempo seco

Durante os meses de outono e inverno, com o tempo seco, aumentam os números de pessoas com problemas respiratórios e alérgicos. Nesta terça-feira (22), o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu aviso meteorológico alertando para índices de umidade relativa do ar entre 20% e 30%, em boa parte do Estado, que está sob uma massa […]
| 22/05/2018
- 15:47
Procura por nebulização aumenta 88% e dicas podem ajudar a lidar com tempo seco

Durante os meses de outono e inverno, com o tempo seco, aumentam os números de pessoas com problemas respiratórios e alérgicos. Nesta terça-feira (22), o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu aviso meteorológico alertando para índices de umidade relativa do ar entre 20% e 30%, em boa parte do Estado, que está sob uma massa de ar seco, que impede a formação de nuvens de chuva. O resultado é nada de chuva e posto de saúde lotados, principalmente de mãe e pais com bebês e crianças procurando nebulização para desentupir as vias respiratórias.

Procura por nebulização aumenta 88% e dicas podem ajudar a lidar com tempo seco
Alerta é válido para parte de Mato Grosso e São Paulo

De acordo com dados da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), em janeiro e fevereiro deste ano, o total de atendimentos de nebulização somaram 5.671 procedimentos. Os dois meses seguintes, março e abril totalizaram 10.681, aumento de 88% na procura.

Os números do mês de maio ainda não estão fechados. Se a quantidade de atendimentos seguir o volume do ano passado, os meses com maior procura serão entre março e julho.

Segundo os especialistas, os cuidados maiores são com a população mais vulnerável: idosos acima de 60 anos e crianças abaixo de cinco anos, e principalmente pessoas portadoras de doenças pulmonares como asma, fibrose pulmonar entre outras.

Procura por nebulização aumenta 88% e dicas podem ajudar a lidar com tempo seco

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a umidade do ar ideal é acima de 60%. Abaixo de 30%, é considerado estado de atenção e entre 19% e 12%, alerta.

Confira as principais dicas para enfrentar o tempo seco:

  • tomar muita água
  • soro fisiológico nas narinas
  • colírio nos olhos
  • umidificar os ambientes – com aparelho umidificador ou panos e toalhas molhadas
  • evitar ar-condicionado
  • hidratar a pele
  • evitar exercícios das 10 às 16 horas
  • Comer frutas, verduras, comida saudável e tomar água de coco

(Com informações da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul)

Veja também

Carta já reúne mais de 900 mil assinaturas e é lida em diversos atos pelo Brasil nesta quinta

Últimas notícias