Cotidiano

Prefeitura quer lançar dia 15 obras de revitalização do Centro

Reviva Campo Grande promete mudar a cara da região central

Richelieu Pereira Publicado em 06/05/2018, às 15h41 - Atualizado às 16h13

Ruas do Centro serão repaginadas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)
Ruas do Centro serão repaginadas. (Foto: Divulgação/Prefeitura) - Ruas do Centro serão repaginadas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Ao participar do Undokai neste domingo, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) anunciou que vai lançar no dia 15 de maio as obras do projeto Reviva Campo Grande, que engloba a revitalização da Rua 14 de Julho, entre as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso.

“Dia 15 a gente lança a execução das obras”, declarou Marquinhos. Ele disse o processo de licitação ocorreu sem entraves. “O sistema é totalmente diferenciado são leis internacionais. Graças a Deus até agora tudo caminhou normalmente”, comemorou.

O investimento previsto é de R$ 54, 8 milhões, cerca de US$ 17 milhões, parcela do empréstimo de US$ 56 milhões contratados junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para viabilizar o outrora chamado Reviva Centro.

A via mais tradicional da cidade terá um trecho de três quadras (da Afonso Pena a Cândido Mariano) com características de calçadão; um ambiente de um shopping a céu aberto; áreas de convivência implantadas em baias; arborização; bicicletários e conexão wi-fi com internet.

A calçada será ampliada para em alguns pontos ter 6,5 metros de largura (hoje tem 3 metros). Com o estacionamento proibido neste trecho, ao invés de três, serão duas faixas para o tráfego de veículo e o asfalto tradicional com CBUQ, será substituído por piso intertravados (o mesmo a ser usado nas calçadas). Com o meio-fio rebaixado,a pista será praticamente no mesmo nível da calçada.

No meio das quadras, haverá travessias elevadas para dar maior segurança aos pedestres. Com os bicicletários, a intenção é oferecer um estacionamento seguro para os ciclistas que circulam pela ciclovia da Afonso Pena ou da Orla Morena deixarem suas bicicletas antes de passear ou fazer compras no centro.

Jornal Midiamax