Cotidiano

Prefeitura de cidade turística estuda suspender serviços a partir de segunda-feira

A prefeitura de Bonito –cidade a 300 quilômetros de Campo Grande- estuda a suspender serviço públicos a partir de segunda-feira (28), caso a greve dos caminhoneiros continuem e a situação não seja normalizada. De acordo com informações da prefeitura da cidade – que é o principal destino turístico do estado, o desabastecimento do combustível pode […]

Wendy Tonhati Publicado em 25/05/2018, às 12h22 - Atualizado em 14/07/2020, às 11h45

None

A prefeitura de Bonito –cidade a 300 quilômetros de Campo Grande- estuda a suspender serviço públicos a partir de segunda-feira (28), caso a greve dos caminhoneiros continuem e a situação não seja normalizada.

De acordo com informações da prefeitura da cidade – que é o principal destino turístico do estado, o desabastecimento do combustível pode afetar diversos setores da cidade.

Caso a situação não seja normalizada até o próximo domingo, dia 27 – a partir de segunda-feira, dia 28 de maio, serão tomadas as seguintes medidas administrativas:

  • Será suspenso por tempo indeterminado o transporte escolar rural e urbano em todas as linhas, mas as aulas normais não serão interrompidas. Para os alunos da área rural serão enviadas atividades de aulas programadas, com pesquisas e trabalhos, a fim de reduzir ao mínimo o prejuízo no desenvolvimento escolar.
  • A coleta de lixo será reduzida até domingo. A prefeitura convoca a população a colaborar, reduzindo a produção de lixo e acondicionando o material em sacos plásticos de forma segura e adequada, até a regularização dos serviços.
  • A Secretaria Municipal de Saúde realizará somente o transporte dos pacientes de alto risco, urgências e emergências. Será suspenso todo tipo de transporte, incluindo o transporte das equipes das ESF´s rurais e urbana.
  • A Secretaria Municipal de Assistência Social suspenderá as visitas técnicas-sociais.
  • O Departamento Municipal de Desenvolvimento Rural suspenderá por tempo indeterminado os atendimentos aos pequenos produtores rurais quanto ao preparo de solo e transporte de calcário, ração e insumos.
Jornal Midiamax