Cotidiano

Chuva causa estragos e Prefeitura de Amambai vai decretar situação de emergência

A prefeitura de Amambai vai decretar situação de emergência devido aos estragos causados pelas fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias. De segunda-feira (8) a quinta-feira (11), a média de chuva registrada foi de 300 milímetros, variando de acordo com a região. Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Obras, em parceria com a […]

Maisse Cunha Publicado em 12/10/2018, às 14h53 - Atualizado às 14h55

(Foto: reprodução / A Gazeta News / Defesa Civil)
(Foto: reprodução / A Gazeta News / Defesa Civil) - (Foto: reprodução / A Gazeta News / Defesa Civil)

A prefeitura de Amambai vai decretar situação de emergência devido aos estragos causados pelas fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias. De segunda-feira (8) a quinta-feira (11), a média de chuva registrada foi de 300 milímetros, variando de acordo com a região.

Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Obras, em parceria com a Defesa Civil, mostrou que o grande volume de chuvas danificou estradas rurais, destruiu aterros e cabeceiras de pontes em várias localidades do município.

O reflexo disso é imediato, já que os estragos impedem a passagem de veículos, inclusive os de carga e maquinários agrícolas, em pleno período de plantio de soja, e transporte escolar rural. Moradores do Assentamento Sebastião Rosa da Paz, na divisa com o município de Jutí, estão parcialmente isolados, devido à queda da cabeceira de uma ponte.

“Ainda estamos realizando levantamentos, mas os danos que já apuramos vão requerer recursos incalculáveis para serem restaurados. A prefeitura não tem recursos e nem maquinários e equipamentos o suficiente para dar conta de recuperar todos esses danos a tempo de garantir o plantio e o transporte escolar, por isso temos que decretar situação de emergência e pedir socorro urgente dos governos estadual e federal”, disse ao Gazeta News, o secretário de Obras, Augusto Espíndola.

Jornal Midiamax