Cotidiano

Prefeito sanciona reajuste para professores e gratificação para secretários escolares

Projetos de lei foram aprovados na Câmara na última semana

Joaquim Padilha Publicado em 28/06/2018, às 08h28 - Atualizado às 15h21

None

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), sancionou nesta quinta-feira (28) os projetos de lei que tratam do reajuste salarial para profissionais da Educação municipal e secretários de escola de Campo Grande.

Segundo o projeto de lei que trata da revisão dos vencimentos dos profissionais da Educação, os professores efetivos terão reajuste de mais de 7,7%, parcelado ao longo do ano.

O primeiro reajuste é de 3,04% retroativo a contar de maio. Em dezembro, saem a segunda e terceira parcela do reajuste, de 3,665% e 1%, completando o índice de reajuste do Piso Nacional para o ano.

Já o projeto de lei relacionado aos secretários de escola altera os percentuais de gratificação dos servidores. Esses profissionais tem salário inicial de R$ 1.242,27.

Conforme a lei, secretários de tipologia Especial, terão gratificação de 126,26%; tipologia A, gratificação de 101,72%; tipologia B, 79,18%; tipologia C, 57,78%; e tipologia D, gratificação de 34,24% sobre o salário inicial.

Ambos os projetos de lei foram aprovados na Câmara Municipal na última quinta-feira (21), e passarão por discussão prévia. Só o debate em torno da gratificação dos secretários escolares durou quase dois anos.

Jornal Midiamax