Cotidiano

Som de cinema: Difusora FM 109,1 fica fora do ar para modernizar equipamentos

A Rádio Difusora Pantanal/FM-101.9 adotará nos próximos dias nova tecnologia que permitirá som estereofônico da mais alta qualidade em sua radiodifusão. Durante o fim de semana, a programação foi interrompida para que mais de 20 pessoas realizem a incorporação de novos equipamentos que proporcionarão qualidade de cinema às transmissões. A expectativa é que na tarde […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 04/11/2018, às 19h27 - Atualizado em 05/11/2018, às 08h23

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

A Rádio Difusora Pantanal/FM-101.9 adotará nos próximos dias nova tecnologia que permitirá som estereofônico da mais alta qualidade em sua radiodifusão. Durante o fim de semana, a programação foi interrompida para que mais de 20 pessoas realizem a incorporação de novos equipamentos que proporcionarão qualidade de cinema às transmissões. A expectativa é que na tarde desta segunda-feira (5) a rádio entre no ar com seu novo som.

Com cerca de 70% de cobertura do território estadual, a Sociedade Rádio Difusora foi a primeira rádio do Estado de Mato Grosso do Sul, quando houve a divisão entre MS e Mato Grosso, e existe desde os anos de 1930. Em 2017, a Difusora conquistou autorização para migrar da 1240 AM para a FM, passando a ser sintonizada na FM 101.9.

Na Capital, a Difusora Pantanal foi a primeira a migrar de frequência. Assim, a qualidade do som, que já era superior – sem ruidos ou chiados -, fica ainda melhor com os novos equipamentos que estão sendo instalados.

Vale lembrar que a rádio surgiu na mesma época que rádios famosas como a Record e a Tupi, em São Paulo. Antes se chamava PRI-7. Em 1995, filiou-se à Rede CBN, onde permaneceu por 10 anos. A rádio também funciona online e pode ser ouvida pelos usuários a qualquer momento.

Jornal Midiamax