Cotidiano

Pescado tem variação de preço de até 200%, revela pesquisa do Procon

O preço da sardinha inteira com vísceras caiu em relação a 2017

Raiane Carneiro Publicado em 29/03/2018, às 17h38

None

O preço da sardinha inteira com vísceras caiu em relação a 2017

Os consumidores devem estar atentos aos valores do pescado, produto tradicional nesta época do ano. Segundo a pesquisa do Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) que antecede o feriado da Semana Santa, a variação de preços é grande e, em alguns casos, pode chegar a 200%.

Na pesquisa divulgada na última segunda-feira (26), o órgão apontou que alguns produtos chegam a mais de 200% como o filé de tilápia. O menor preço da embalagem de 1kg do produto foi de R$ 12,99 enquanto o maior foi de R$ 39,99.

Já o pacu de cativeiro eviscerado foi encontrado por R$ 9,95 e R$ 25,50, respectivamente, com uma variação que ultrapassa 155%. Conforme o levantamento, o quilo do bacalhau teve uma variação de 98% e a lasca de bacalhau registrou uma diferença de mais de 50%.

Conforme o levantamento, o menor preço encontrado de sardinha inteira com vísceras foi de R$ 5,49 e o maior de R$ 14,00, indicando uma variação de mais de 155%.Pescado tem variação de preço de até 200%, revela pesquisa do Procon

A pesquisa revelou ainda que o preço da sardinha inteira com vísceras caiu em relação ao ano anterior. O preço do quilo era de R$ 10,90 em 2017, caindo para R$ 8,56 neste ano, o que mostra uma redução de mais de 20%.

Os fiscais do Procon percorreram 17 estabelecimentos entre os dias 7 a 12 de março. A pesquisa completa pode ser vista no site do Procon ou clicando neste link. O órgão disponibilizou ainda uma tabela com os comparativos de 2017 e 2018.

O Procon disponibiliza ainda o número 151 e o Fale Conosco do site aos consumidores para informações e denúncias.

Jornal Midiamax