Cotidiano

OUTUBRO ROSA: exames periódicos têm baixa procura e preocupam Sesau

No mês de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama, a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) informa que a procura de mulheres entre 50 e 69 anos para realizar o exame de mamografia e ultrassom de mama é menor do que o esperado. A falta de interesse preocupa as autoridades de […]

Cleber Rabelo Publicado em 08/10/2018, às 14h38 - Atualizado às 22h30

Foto: Divulgação/Sesau
Foto: Divulgação/Sesau - Foto: Divulgação/Sesau

No mês de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama, a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) informa que a procura de mulheres entre 50 e 69 anos para realizar o exame de mamografia e ultrassom de mama é menor do que o esperado.

A falta de interesse preocupa as autoridades de saúde, pois o câncer que mais mata mulheres no Brasil é o de mama. Em contrapartida, a Sesau afirma que o exame está disponível em qualquer uma das 68 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Campo Grande e não há fila de espera. Em decorrência da baixa procura, conforme a Sesau, não é necessário realizar agendamento.

No ano passado, segundo a gerência de controle e avaliação da secretaria de saúde, a procura pelo exame de câncer de mama teve redução de 10% se comparado com os oito primeiros meses de 2016. Conforme o levantamento da produção ambulatorial de procedimentos, de janeiro a agosto de 2016, foram realizadas 10 mil mamografias. Já no mesmo período de 2017, foram feitas 9 mil mamografias. A Sesau não divulgou números referentes a procura por exames neste ano.

Mortes por câncer de mama

Conforme dados da Coordenadoria de Estatísticas Vitais (Cevital), 40% das mortes provocadas por câncer de mama em 2016, em Campo Grande, ocorreram em mulheres com mais de 65 anos. De acordo com o órgão, 111 mulheres faleceram naquele ano, sendo 86 por câncer de mama e 25 por colo do útero.

Já no primeiro semestre de 2017, a Cevital registrou em seis meses, 56 casos, sendo 37 óbitos por câncer de mama e 19 do colo do útero.

Importância do diagnóstico

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o diagnóstico precoce é a principal medida para a redução da mortalidade, pois 95% dos casos têm cura. A Sesau alerta as mulheres dentro da faixa etária, para que procurem a UBS mais próxima de suas residências. Durante o Outubro Rosa, as unidades de saúde realizam diversas atividades, sensibilizando a comunidade sobre os cuidados e prevenção do câncer de mama.

Para mais informações, a Sesau disponibiliza os telefone 3314-3000, 3314-9955 e 3301-4516.

Jornal Midiamax