‘Ônibus sucata’ barrado pela polícia em SP volta a transportar crianças em MS

O mesmo ônibus que foi parado pela Polícia Militar de Santa Fé do Sul levando universitários de Aparecida do Taboado, distante a 473 km de Campo Grande, foi flagrado por moradores circulando novamente na cidade. Desta vez, um dos moradores da cidade fotografou momento em que o veículo passava com crianças, alunos da Rede Municipal […]
| 14/05/2018
- 13:01
‘Ônibus sucata’ barrado pela polícia em SP volta a transportar crianças em MS

O mesmo ônibus que foi parado pela Polícia Militar de Santa Fé do Sul levando universitários de Aparecida do Taboado, distante a 473 km de Campo Grande, foi flagrado por moradores circulando novamente na cidade.

Desta vez, um dos moradores da cidade fotografou momento em que o veículo passava com crianças, alunos da Rede Municipal de Ensino, em um dos bairros. O ônibus foi parado por policiais no estado vizinho no dia 23 de abril.

Apelidado pelos moradores de “ônibus sucata”, o veículo gera preocupação da população seria devido à falta de segurança que o veículo oferece aos passageiros, pois se era ‘perigoso’ aos adultos, poderia ser ainda mais prejudicial às crianças.

“Do que adianta, tirar dos universitários para colocar para as crianças pequenas. Tá (sic) perdido esse mundo mesmo”, disse um dos moradores à reportagem.

Posteriormente ao caso, a Secretária de Educação de Aparecida do Taboado, Margarida Matos, informou ao Jornal Midiamax que o uso do determinado veículo era de maneira provisória, pois o ônibus fixo que fazia o transporte dos acadêmicos estava em manutenção. Na época, universitários negaram a afirmação da secretária, afirmando que o “ônibus sucata” era o veículo fixo oferecido a eles.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Educação da cidade na manhã desta segunda-feira (14), mas Margarida não foi localizada.

Sem condições

O ônibus do transporte público da , foi flagrado na noite do dia 23 de abril por policiais militares de Santa Fé do Sul (SP) com documentação atrasada e situação de transporte irregular. Flagrante aconteceu após denúncia de moradora.

Os alunos, que precisam atravessar a divisa do Estado todos os dias para estudarem, reclamavam das condições precárias do transporte e perigo em que são submetidos diariamente. Prefeitura Municipal informou, por meio da Secretaria de Educação, que tomaria providências.

Ao Jornal Midiamax, o estudante do curso de Direito e passageiro do ônibus, Gustavo Achilles, pedidos para que prefeitura providenciasse outro veículo já teria sido solicitada inúmeras vezes. No entanto, demandas dos acadêmicos nunca foram atendidas e ônibus ‘velho’ continuou a realizar rota todos os dias. Para ele, seria impossível que um ônibus, naquelas condições, pudesse ‘enfrentar’ uma rodovia e com inúmeros passageiros.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax. O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. Envie sua sugestão de reportagem, flagrantes e denúncias com total sigilo garantido por lei.

Veja também

Ninguém acertou o concurso 2.509 da Mega-Sena que poderá pagar R$ 27 milhões no próximo...

Últimas notícias