Cotidiano

Ônibus escolar não consegue chegar em assentamento e crianças ficam sem aula

Situação acontece há quase um mês

Mylena Rocha Publicado em 28/03/2018, às 15h54

None

Situação acontece há quase um mês

Crianças do assentamento têm tido dificuldades para conseguir ir à escola em Brasilândia, a 400 km de Campo Grande. Uma sitiante do assentamento Mutum denunciou ao Jornal Midiamax que as crianças do local estão há quase um mês sem o ônibus escolar.

Edilaine Cacela tem filhas com 8 e 9 anos, e conta que o ônibus não consegue passar por vários locais do assentamento devido às condições da estrada. Segundo a sitiante, a situação não é de hoje e ela havia solicitado providências à Prefeitura do município. “A estrada está intransitável desde as chuvas do começo do ano. Já liguei, passa de um para outro. Falei com a Secretaria de Educação, com a Secretaria de Obras, e assim vai, era para resolver isso um mês atrás”, conta. Já há um desvio improvisado para que os carros possam transitar, mas o ônibus não consegue passar pelo local.

Enquanto algumas crianças deixam de ir à escola pela falta de transporte, outras caminham mais de 3 km até um local por onde o veículo consiga transitar. “Colocaram uma perua para conseguir pegar os alunos, mas tiraram. Quem pode vai a pé ou de bicicleta para não perder matéria na escola”.

A Secretaria de Obras de Brasilândia comunicou que há previsão de manutenção na estrada do assentamento, mas não soube precisar a data. O assentamento Mutum fica a mais de 100 km de Brasilândia e, segundo a secretaria, o município teve problemas em várias vias, áreas mais próximas do centro da cidade tiveram prioridade.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax