Cotidiano

MS é um dos estados com menor total de desmatamento ilegal da Mata Atlântica

Com desmatamento à beira de zero, Mato Grosso do Sul é um dos sete estados brasileiros com menor total de desmatamento ilegal da Mata Atlântica. Os dados consideram um desmatamento zero quando em torno de 100 hectares e avalia resultados dos anos de 2016 e 2017.

Mylena Rocha Publicado em 09/06/2018, às 14h14

None

Com desmatamento à beira de zero, Mato Grosso do Sul é um dos sete estados brasileiros com menor total de desmatamento ilegal da Mata Atlântica. Os dados consideram um desmatamento zero quando em torno de 100 hectares e avalia resultados dos anos de 2016 e 2017.

As informações são do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica Período 2016-2017, elaborado pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Atualmente, o bioma abrange 17 estados e, segundo relatório, Mato Grosso do Sul teve desmatamento de 116 hectares. Ceará e o Espírito Santo foram os estados com o menor total de desmatamento no período: com cinco hectares (ha).

No geral, o desmatamento da Mata Atlântica entre 2016 e 2017 teve queda de 56,8% em relação ao período anterior (2015-2016). No último ano, foram destruídos 12.562 hectares nos 17 estados do bioma. Entre 2015 e 2016, o desmatamento foi de 29.075 hectares.

Na avaliação do secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, a atuação do poder público, por meio dos órgãos ambientais tem sido fundamental para coibir o desmatamento ilegal.

Mata Atlântica é uma das florestas mais ricas em diversidade de espécies e ameaçadas do planeta. Hoje, restam apenas 12,4% da floresta que existia originalmente e, desses remanescentes, 80% estão em áreas privadas, afirma relatório.

MS é um dos estados com menor total de desmatamento ilegal da Mata Atlântica

(com informações do Portal de MS)

Jornal Midiamax