Cotidiano

Mais de 50 mil raios atingiram Mato Grosso do Sul em apenas um dia de chuva

A Energisa informou que aumentou em 470% as solicitações de ocorrências devido às chuvas com fortes ventos em cidades de Mato Grosso do Sul, nas últimas 24 horas. Foram registradas mais de 50 mil descargas atmosféricas (raios), atingindo o índice de 22% da média dos últimos oito anos para o mês de novembro, que acaba […]

Diego Alves Publicado em 01/11/2018, às 22h28 - Atualizado em 02/11/2018, às 10h21

None
raios-440x330_0.jpg

A Energisa informou que aumentou em 470% as solicitações de ocorrências devido às chuvas com fortes ventos em cidades de Mato Grosso do Sul, nas últimas 24 horas. Foram registradas mais de 50 mil descargas atmosféricas (raios), atingindo o índice de 22% da média dos últimos oito anos para o mês de novembro, que acaba de começar.

De acordo com a concessionária, foram mais de 2.800 ocorrências que as equipes atenderam nesse período, sendo que destes, mais de 60% dos pedidos já foram atendidos.

Além disso, ventos fortes com mais de 75 km/h lançaram objetos sobre a rede elétrica, derrubaram árvores e ocasionaram o rompimento de cabos.

Os municípios mais atingidos foram: Campo Grande, Rochedo, Corguinho e Sidrolândia, Caarapó, Juti, Distrito de Nova América, Amambai, Naviraí, Bonito, Jardim, Caracol e Bela vista.

Como havia previsto a meteorologia, uma frente fria passaria por Mato Grosso do Sul e causaria tempestades e queda nas temperaturas. Depois que o mau tempo chegou, os termômetros registram uma queda de 10 graus na temperatura de Campo Grande.

O meteorologista Natálio Abraão informou que em Campo Grande caíram 106 raios e ventos de 71,9 km/h.

Jornal Midiamax