Leandro foi a 39ª vítima de 2018: acidentes no trabalho matam 2 por semana em MS

Um dia antes da morte de Leandro Maranhão dos Santos, de 22 anos, que morreu esmagado por uma pá carregadeira em Chapadão do Sul, 325 km de Campo Grande, o Estado somava 38 mortes em acidente de trabalho. Com o acidente que vitimou o morador, número agora é de 39 vítimas. Em todo o Estado, […]
| 14/05/2018
- 20:18
Leandro foi a 39ª vítima de 2018: acidentes no trabalho matam 2 por semana em MS

Um dia antes da morte de Leandro Maranhão dos Santos, de 22 anos, que morreu esmagado por uma pá carregadeira em Chapadão do Sul, 325 km de Campo Grande, o Estado somava 38 mortes em . Com o acidente que vitimou o morador, número agora é de 39 vítimas. Em todo o Estado, o aumento de casos no ano passado foi de 72% em relação a 2016.

Os dados são do Tribunal Regional do Trabalho por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) que ainda informou que o município que mais sofre com mortes no trabalho é Dourados. No ano passado, cinco pessoas perderam a vida em decorrência de acidentes de trabalho. Em seguida, Ribas do Rio Pardo aparece no ranking com quatro mortes e Bela Vista, com dois registros de óbitos.

Além disso, os números também apontam que Dourados ocupa o terceiro lugar no ranking das cidades com mais acidentes de trabalho, com 644 casos, em 2017. As funções com mais acidentes, no Estado, são linha de produção, técnicos de enfermagem, caminhoneiros, trabalhadores rurais e coletores de lixo. No ano passado, em Mato Grosso do Sul, foram registrados 7.830 acidentes típicos, de trajeto e doenças ocupacionais.

De acordo com o Ministério Público do Trabalho, a cada quatro horas e meia uma pessoa morre vítima de acidente de trabalho, no país.

Pensando no preocupante índice, Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul vai promover um debate sobre acidentes e doenças do trabalho em Dourados, no dia 17 de maio, às 19h, na Unigran. A discussão terá a participação do Desembargador Francisco das Chagas Lima Filho e dos professores Jeferson Baqueti e Fernando Machado.

O acidente

Leandro Maranhão dos Santos trabalhava para a prefeitura da cidade e foi atropelado acidentalmente por um colega de trabalho.

Conforme as informações do site Jovem Sul News, a equipe realizava o trabalho de limpeza pública quando o rapaz teria tropeçado e caído ao solo. O colega que operava a pá carregadeira não viu o tombo e deu marca à ré na máquina.

Operários alertaram o condutor do acidente e o Corpo de Bombeiros foi acionado. Os socorristas tentaram reanimar o jovem, mas, ele morreu no pronto-socorro da cidade.

O operador da máquina entrou em choque e foi encaminhado para atendimento médico. Posteriormente, compareceu à delegacia de Polícia Civil.

Justiça Itinerante

O debate faz parte da programação das Sessões Itinerantes do Tribunal Pleno e das Turmas de Julgamento do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região em Dourados. A abertura das atividades será no dia 16 de maio, às 18h45, no auditório da Unigran. Em seguida, haverá a Sessão do Tribunal Pleno do TRT/MS.

No dia do debate (17/5), serão realizadas as Sessões da Segunda e Primeira Turmas de Julgamento, às 9h e 13h30, respectivamente. O objetivo é aproximar a Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul da comunidade.

Ao todo, 71 processos serão julgados durante as sessões itinerantes. No ano passado, as duas Varas do Trabalho de Dourados receberam 3.313 novos processos e solucionaram 3.815. Nos três primeiros meses de 2018 já foram julgadas 864 ações trabalhistas e recebidos 452 novos casos.

Veja também

Início está previsto para a segunda quinzena do mês de setembro de 2022

Últimas notícias