Cotidiano

Jovens da Unei devem participar de curso e recebem carteiras de trabalho

30 adolescentes serão ensinados sobre ocupações administrativas

Tatiana Marin Publicado em 17/02/2018, às 17h10

None

30 adolescentes serão ensinados sobre ocupações administrativas

Trinta adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, em Campo Grande, devem participar do curso Ocupações Administrativas, que previsto para iniciar em março. Como pré-requisito, os jovens foram submetidos nesta sexta-feira (16) aos procedimentos necessários para a emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

O curso Ocupações Administrativas terá duração de oito meses. As aulas serão de segunda a sexta-feira, com 4 horas por dia. Os jovens estão na expectativa de um recomeço na vida. “Com o curso, terei mais chances de conseguir um emprego, de conhecer pessoas diferentes. Se eu não aprendesse nada aqui, voltaria para a rua da mesma forma em que entrei”, disse um adolescente de 16 anos, internado há dois meses na unidade.

O programa prevê ainda a contratação de jovens por prazo determinado para a formação técnico-profissional. Os alunos passarão por aulas teóricas e treinamento prático em ambiente simulado.

Jovens da Unei devem participar de curso e recebem carteiras de trabalho

Parceria Inédita

A ação é resultado de uma parceria inédita entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, Procuradoria Regional do Trabalho 24ª Região, Procuradoria Geral da Justiça, Defensoria Geral do Estado, Tribunal de Justiça, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola).

De acordo com a chefe de Políticas Públicas da Superintendência Regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul, Jacqueline Pinheiro, foram recolhidos documentos pessoais dos adolescentes, como certidão de nascimento, CPF, RG e comprovante de residência, para o registro em carteira. “Trata-se de experiência inovadora para os servidores do Ministério do Trabalho, que em regra integram ações de cidadania, atendendo pessoas carentes. É a primeira vez que realizamos esse serviço em uma Unei”, contextualizou.

Segundo a procuradora do Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS) Simone Beatriz Assis de Rezende, a iniciativa insere-se no contexto do projeto Medida de Aprendizagem, lançado na última semana na Unidade Educacional de Internação Mitaí, em Ponta Porã. A Unei Laranja Doce, em Dourados, também será beneficiada.

A iniciativa denominada Projeto Medida de Aprendizagem, teve início na última semana na Unidade Educacional Mitaí, localizada em Ponta Porã.  Para este primeiro curso de Ocupações Administrativas, que terá duração de oito meses, foram selecionados 15 adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, com restrição de liberdade.

Durante a aula inaugural do curso o superintendente de Assistência Socioeducativa (SAS), Celso Almeida de Oliveira, que representou o secretário da Sejusp, Antonio Carlos Videira, destacou que “essa será uma oportunidade para que os jovens exerçam seus direitos e deveres como cidadãos brasileiros”.

Jornal Midiamax