Cotidiano

Jovem que sumiu após trabalhar em circo tinha apenas pegado ônibus errado

Leonardo de Oliveira Soares, 19 anos, voltou para casa, em Três Lagoas – distante 338 quilômetros de Campo Grande após ficar três dias desaparecido. Ele que trabalhava em um circo que se apresenta na Capital e, segundo informações da família, acabou pegando o ônibus errado. A mãe de Leonardo, disse ao Midiamax que o filho […]

Mariana Rodrigues Publicado em 08/06/2018, às 11h58 - Atualizado às 17h17

None
Jovem que sumiu após trabalhar em circo tinha apenas pegado ônibus errado
Foto: Divulgação

Leonardo de Oliveira Soares, 19 anos, voltou para casa, em Três Lagoas – distante 338 quilômetros de Campo Grande após ficar três dias desaparecido. Ele que trabalhava em um circo que se apresenta na Capital e, segundo informações da família, acabou pegando o ônibus errado.

A mãe de Leonardo, disse ao Midiamax que o filho embarcou na rodoviária de Campo Grande, na data marcada, mas desembarcou em Ribas do Rio Pardo no último domingo. Ele acabou perdendo o ônibus e teve que comprar uma nova passagem com destino a Três Lagoas.

Ainda conforme relatos da mãe, identificada como Juliana, o filho só conseguiu retornar para casa na quarta-feira (6).

Caso

O rapaz estava com viagem marcada para sair de Campo Grande às 23h45 do último domingo, com destino a Três Lagoas. Ele deveria chegar às 6h de segunda-feira em sua casa, porém não foi visto.

De acordo com a família, o último contato de Leonardo foi no domingo e, depois disso, ninguém mais conseguiu contato com o jovem. Ele trabalhava em um circo que se apresenta em Campo Grande.

“Entrei em contato com o pessoal do circo e eles me disseram que ele saiu por volta das 22h de lá”; contou a esposa de Leonardo. “Conseguimos falar com funcionários da empresa de ônibus e eles disseram que o nome dele estava na lista, mas ele não chegou em casa”, disse Adriana Alencar.

Jornal Midiamax