Produtores rurais declaram apoio aos caminhoneiros em Mato Grosso do Sul

A manifestação dos caminhoneiros em Mato Grosso do Sul acontece desde a segunda-feira (21) e deve continuar nesta terça-feira (22). O motivo para os protestos é o aumento dos valores dos combustíveis dos últimos meses e a Famasul, manifestou apoio à categoria nesta terça-feira.
| 22/05/2018
- 12:09
Produtores rurais declaram apoio aos caminhoneiros em Mato Grosso do Sul

A manifestação dos caminhoneiros em Mato Grosso do Sul acontece desde a segunda-feira (21) e deve continuar nesta terça-feira (22). O motivo para os protestos é o aumento dos valores dos combustíveis dos últimos meses e a (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), manifestou apoio à categoria nesta terça-feira.

“Diante dos grandes prejuízos que os aumentos no valor dos combustíveis podem causar ao setor produtivo brasileiro, a Famasul declara apoio ao movimento dos caminhoneiros pela redução dos impostos no diesel, para compensar as elevações de preços decorrentes da disparada nas cotações internacionais do petróleo”, disse em nota. Segundo a Famasul, os preços do petróleo sofrem pressão de alta e causou uma elevação de 11% no valor do diesel entre janeiro e maio deste ano.

A Famasul justifica que o combustível impacta diretamente nos custos de transporte e de mecanização das atividades rurais e que essa elevação tende a aumentar os preços finais dos alimentos. “Ressalta-se que, segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), 29% do valor final do diesel vem de impostos federais e estaduais. A redução desses impostos poderia minimizar os impactos negativos das altas internacionais”, afirma a federação.

Veja também

Estão previstos 24 voos, sendo 13 chegadas e 11 partidas.

Últimas notícias