Cotidiano

Emprego informal cresce e taxa de desemprego cai 11,9% conforme IBGE

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil caiu para 11,9% no trimestre encerrado em setembro. A estatística foi divulgada nesta terça-feira (30). Conforme o IBGE, esta é a menor taxa de desemprego registrada no ano. Em relação ao trimestre encerrado em junho, o número de desempregados é […]

Cleber Rabelo Publicado em 30/10/2018, às 13h49

Ideia é divulgar oportunidades de trabalho. (Marcelo Casal Jr | Agência Brasil)
Ideia é divulgar oportunidades de trabalho. (Marcelo Casal Jr | Agência Brasil) - Ideia é divulgar oportunidades de trabalho. (Marcelo Casal Jr | Agência Brasil)

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil caiu para 11,9% no trimestre encerrado em setembro. A estatística foi divulgada nesta terça-feira (30).

Conforme o IBGE, esta é a menor taxa de desemprego registrada no ano. Em relação ao trimestre encerrado em junho, o número de desempregados é 3,7% menor. A porcentagem equivale a 474 mil pessoas que conseguiram algum tipo de trabalho.

Ainda de acordo com a estatística do IBGE, a queda da taxa de desemprego foi puxada pelo aumento do trabalho informal. O Ministério do Trabalho informou que, em setembro, 137 mil empregos com carteira assinada foram gerados. É o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos.

Jornal Midiamax