Cotidiano

Em busca de terras, 200 famílias invadem área da JBS em Campo Grande

Eles prometem permanecer no local até ter resposta do Incra

Aliny Mary Dias Publicado em 24/01/2018, às 18h32

None

Eles prometem permanecer no local até ter resposta do Incra

Centenas de integrantes do movimento FNL (Frente Nacional de Luta) ocuparam área da JBS localizada na BR-262, na madrugada desta quarta-feira (24), em Campo Grande. O grupo que protesta por mais agilidade na reforma agrária promete permanecer no local.

A ocupação começou por volta das 5 horas de hoje e neste início de tarde dezenas de barracos já foram erguidos. A quantidade de pessoas envolvidas na ocupação não é consenso entre os sem-terra, alguns afirmam ser 200 famílias e outros falam em 700 famílias.

Além dos barracos, bandeiras foram instaladas na ocupação: “Somos Lula, Somos de Luta” e “Reforma Agrária parada há 10 anos” são algumas das frases.

Jonas Carlos da Conceição, diretor da FNL, disse ao Jornal Midiamax que a ocupação tem como principal objetivo o desbloqueio de recursos para reforma agrária para o Estado. Entre os que participam do movimento de hoje, há famílias com cadastro feito há 10 anos.

Em busca de terras, 200 famílias invadem área da JBS em Campo Grande

Equipes da Polícia Militar estiveram no acampamento pela manhã, mas segundo os sem-terra a ocupação permanece até que o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) ou o Governo do Estado se manifestem. 

Jornal Midiamax