Cotidiano

Campanha busca doações para professora que teve 45% do corpo queimado antes de salvar filhos

Professora acordou de madrugada com o forro da casa em chamas e conseguiu salvar os três filhos, uma delas, cadeirante.

Guilherme Cavalcante Publicado em 21/06/2018, às 09h19 - Atualizado às 12h10

None
(Foto: Reprodução)

Vítima de um incêndio residencial ocorrido na madrugada do dia 2 de junho, a professora municipal Ana Paula Osório teve 45% do corpo queimado e a casa, que fica nas Moreninhas, ficou quase completamente destruída. Antes, porém, ela conseguiu acordar a tempo de salvar os três filhos – duas meninas, uma delas cadeirante, e um menino, de 8, 11 e 15 anos, respectivamente.

Apesar de estar fora de risco, a professora ainda luta contra uma infecção bacteriana, comum em queimaduras complexas, e já vai para a 5ª cirurgia corretiva na Santa Casa, onde é atendida por equipe multidisciplinar. “A infecção está controlada e segundo os médicos foi porque as queimaduras são muito longas”, destaca Paula. Segundo ela, os filhos saíram ilesos, apenas ela teve ferimentos. O marido, que é agente patrimonial, estava no serviço no momento do acidente.

Na internet, uma campanha busca angariar recursos e doações para a família da professora, que teve a casa destruída com o incêndio. Como parte da casa precisou ser demolida para que os bombeiros contivessem as chamas, o local ficou inseguro e os próprios vizinhos tiveram iniciativa de “tapar” os buracos.

O portão da casa foi arrombado pelos Bombeiros, já que no momento do incêndio Paula não encontrou as chaves. No geral, a casa precisará ser praticamente reconstruída e ter a fiação elétrica refeita.

“Eu acho que foi um anjo da guarda que me acordou. Não tinha barulho. Do jeito que eu acordei, fui descalça, mesmo. Consegui ver o fogo numa caixa em um quarto que era um depósito. As chamas vinham do forro, que era de madeira, e foi só o tempo de eu pegar um balde d´água para o fogo tomar conta de todo o teto. Foi muito rápido. Depois disso só tive reação de buscar meus filhos e a gente ficou na varanda, porque as telhas começaram a explodir”, relembra.

Sobre as queimaduras, Paula foi orientada que deverá passar por mais cirurgias corretivas – até o momento ela já passou por cinco. Rosto, tórax, braços, antebraço, nádegas, costas e mãos foram fortemente afetados pelas chamas.

“Mas estou sendo muito bem cuidada aqui. Os médicos são maravilhosos. tenho apoio psicológico e de outras especialidades. Minha preocupação é que ainda vou dar entrada no INSS, e as contas já vão chegar”, revela.

Quem quiser fazer doações para Paula, ela aceita desde materiais de construção a móveis. Doações em dinheiro podem ser feitas para a conta da Caixa Econômica Federal a seguir:

Caixa Econômica Federal
Agência 3252
Conta Corrente 00022050-4
Ana Paula Osório
CPF: 702.352.871-72

Jornal Midiamax