Cotidiano

Após adiamento por chuva, ‘maria fumaça’ será inaugurada com show em Campo Grande

Após ser adiada por conta da chuva forte, no feriado de 11 de outubro, o Monumento da Maria Fumaça, na Orla Ferroviária, será inaugurado, às 19 horas da terça-feira (23). Está programado show de Almir Sater e de Geraldo Espíndola. A inauguração faz parte da 1ª etapa da Requalificação da Orla Ferroviária realizada pela Prefeitura […]

Wendy Tonhati Publicado em 22/10/2018, às 09h07

Monumento da Maria Fumaça em Campo Grande (Foto: PMCG)
Monumento da Maria Fumaça em Campo Grande (Foto: PMCG) - Monumento da Maria Fumaça em Campo Grande (Foto: PMCG)

Após ser adiada por conta da chuva forte, no feriado de 11 de outubro, o Monumento da Maria Fumaça, na Orla Ferroviária, será inaugurado, às 19 horas da terça-feira (23). Está programado show de Almir Sater e de Geraldo Espíndola.

A inauguração faz parte da 1ª etapa da Requalificação da Orla Ferroviária realizada pela Prefeitura de Campo Grande. No projeto completo, a Orla Ferroviária passará por requalificação e o espaço vai receber bicicletários, totens com QRCode, wifi livre (já está funcionando), equipamentos esportivos e intergeracinais, playground e habitações de interesse social.

O projeto da Orla Ferroviária compreende o espaço da avenida Mato Grosso até a Afonso Pena, e também da avenida Calógeras, entre as ruas 7 de Setembro e Antônia Maria Coelho.

A maria fumaça tem 5 metros de altura, 20 de comprimento e cerca de 20 toneladas. O monumento ficará suspenso em um balanço, que dará a impressão que ele levantará voo. Também haverá um totem QRCode com um texto informativo da Maria Fumaça, produzido pelo prof. Paulo Cabral, do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul.

A maria fumaça foi feita em parceria com as empresas: Plaenge, Fort Atacadista, Solurb e  Engepar.

Jornal Midiamax