Cotidiano

Prefeitura deve suspender três processos seletivos, recomenda MP-MS

Seleções não tem necessidade, diz órgão

Joaquim Padilha Publicado em 27/04/2018, às 10h45 - Atualizado às 11h48

(Foto: Divulgação, Prefeitura de Porto Murtinho)
(Foto: Divulgação, Prefeitura de Porto Murtinho) - (Foto: Divulgação, Prefeitura de Porto Murtinho)

O MP-MS (Ministério Público Estadual) recomendou à Prefeitura de Porto Murtinho que suspenda imediatamente três processos seletivos simplificados para contratação de servidores públicos temporários.

Os três processos seletivos são das Secretaria Municipal de Saúde, de Educação e de Assistência Social. Há vagas para assistentes sociais, auxiliares de farmácia, laboratório, técnicos de enfermagem, fonoaudiólogos, entre outros.

Segundo o MP-MS, nenhum dos editais prevê prova escrita como critério de seleção. O órgão alega que a ausência de testes contraria o princípio constitucional da impessoalidade.

Ainda de acordo com o MP-MS, os editais estão irregulares uma vez que deram prazo de dois dias para inscrições, quando o correto, por Lei, seria de dez dias. Também não foi apontada necessidade para contratação temporária, que deveria ser utilizada em situações emergenciais.

Recomendação

O MP-MS pediu tanto que sejam suspensos imediatamente os três processos seletivos, quanto que a Prefeitura de Porto Murtinho promova, em até 30 dias, a abertura de concurso público de provas e títulos para as vagas previstas nos editais.

A recomendação pede também que a Prefeitura deixe de fazer processos seletivos simplificados sem comprovada necessidade.

Caso a recomendação não seja cumprida, o MP-MS afirma que pode entrar com ação civil pública contra o município. Os pedidos foram encaminhados ao prefeito de Porto Murtinho, Derlei Delevatti (PSDB).

Jornal Midiamax