Cotidiano

Vizinha de catadora luta há mais de um ano contra infestação de mosquitos e cobras

Ela reclama junto à Prefeitura há mais de um ano

Midiamax Publicado em 28/06/2017, às 21h07

None

Ela reclama junto à Prefeitura há mais de um ano

Uma moradora do bairro Jardim Centenário tem convivido há mais de um ano com pilhas de materiais recicláveis acumulando-se em frente à sua residência. É há mais de um ano, também, que ela tentar acionar as autarquias da Prefeitura, como a Sesau (Secretaria municipal de saúde pública) e CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), já que os materiais atraem mosquitos e até cobras.As pilhas ficam acumuladas na Rua Mesquita.

“A gente já foi no CCZ, já falou com agentes de saúde, aí falaram que a gente tem que ir na delegacia registrar um B.O, só que não queremos ir pra não arrumar confusão com a vizinha”, explicou a operadora de caixa Adriana Leão, de 35 anos.

“São produtos variados, caixa, vidro, papel. Aí bate o vento, as sacolinhas voam todas pra dentro do nosso quintal, sujeira miúda. Aí meu pai vai lá, limpa na nossa frente, e ela se recusa a tirar, ela fala que a via é pública e pode usar do jeito que quiser. Tem mosquito, e até cobra meu pai já teve que matar”, explicou ela.

Adriana relata que não morava na casa, mas agora mudou-se para lá com o filho pequeno e teme que a criança seja prejudicada.

O que diz a Prefeitura

Por meio da assessoria de imprensa, a Sesau afirma que “o morador precisa fazer uma denúncia na Ouvidoria através do número 3314-3012”.

“Feito a denúncia, o caso será encaminhado para a Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCVE) para que seja programa uma vistoria. Os agentes irão recolher os materiais inservíveis e fazer, caso necessário, o chamado trabalho de bloqueio com borrifação de inseticida e aplicação de larvicida”.

A assessoria também afirma que a vizinha de Adriana pode ser multada pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). “Neste caso  o munícipe pode ser multado. A multa varia de R$ 400 a R$ 2.187,00”, afirmou.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

A leitora entrou em contato pelo WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax